Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Esporte

Depois da campeã Ana Laura, de 15 anos, família Savini tem a estreia de Carol, de 9 anos, nos Três Tambores 

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé e sapatos
-Carol e Ana Laura: agora as provas são em família.

Ana Laura Savini que aos 15 anos disputa prova dos Três Tambores inspirou a irmã, Carol, que é ainda mais nova, tem 9 anos, a correr também.

Antes a presença da menina de 9 anos era somente de expectadora nas viagens e era a principal apoiadora, e agora virou atleta disputando as mesmas provas dos circuitos pelo Brasil.

Há motivos para se inspirar. Ana Laura que já está na pista há mais tempo, neste ano, tornou-se a campeã nacional Silver Race 2020 nos Tambores. Também venceu os principais disputas dos tambores em rodeios do Estado e do País.

Neste final de semana, ao ver a irmã mais nova competindo, a campeã Ana Laura não se segurou, e ficou emocionada.

A égua que Carol correu neste sábado foi a mesma que Ana Laura também entrou em uma disputa pela primeira vez há 3 anos. Naquela época o tempo foi de 18 segundos e 300 e agora foi de 18 e 200. A égua é do Dr. Milton Nakano de Marília que ajudou a equipe Savini.

Carol mostrou determinação na sua primeira disputa com muita garra e coragem durante o trajeto dos tambores. Não demostrou medo ou receio.

Ela já demonstra personalidade. Carol entrou na competição na categoria Open (todas as categorias) e não quis a mirim (sua idade). A menina de 9 anos disse que se a irmã Ana Laura é campeã e por isso não quer entrar na competição para perder.

O gosto e amor pelos cavalos veio do avô Ângelo Savini que ensinou a montaria para as meninas. As competições foram consequência.

A mãe, Ana Paula, mostrou satisfação, mas ficou um pouco apreensiva. “Um dia inesquecível para nos da família Savini. Teve gritos, choros, risadas e muita emoção. Dia em que nossa pequena Ana Carol Savini iniciou suas provas e já foi logo na categoria open. Que alegria. Quanta gente gritando, torcendo, filmando e ela com sorriso estampado no rosto. Obrigada ao nosso treinador @ctzicopereira por tanta dedicação com minhas meninas. Obrigada a todos vocês que estiveram em Jaú hoje e nos receberam com enorme carinho. Gostaria de agradecer imensamente a família Nakano por ter nos dado o prazer e a alegria de ter a Sheza conosco desde o começo também”. Ela diz que Ana Laura também foi demais sempre com os primeiros lugares. Filhas, vocês me surpreendem a cada dia. Nunca desistam meninas e continuem sempre unidas como são”.

O treinador Zico Pereira que está há quase um mês com as Savini foi quem ao final convenceu Carol a correr.


Na Prova dos Três Tambores vence quem faz o menor tempo no percurso em volta desses obstáculos.

“Eu nunca fui de ir em provas. Comecei a ver a minha irmã e tomar gosto. Meu avô sempre comprou cavalo para mim. Então quando ele me meu a Paçoca eu montava nela. Aí fiquei um tempo sem montar. Depois minha mãe me deu a (égua) Sheza Olena. Então essa foi a minha primeira prova com a Sheza. Com a Paçoca foi a terceira. Agora vou correr a ANTT em São Padro, no dia 19, que é uma prova nacional”, contou Carol, estreante nos tambores.

Ela diz que antes era mais de contato com cães. “Comecei a ir em treinos da minha irmã e aí comecei também a montar. Agora estou com meu treinador Zico Pereira. Foi ele quem me incentivou muito nessa prova. Eu não queria ir e ele me disse – você é capaz – e aí eu fui. Fiquei muito feliz com o resultado porque foi a primeira vez com a Sheza. Com a Paçoca foi 19 e 700. Eu e minha irmã vamos todos os dias no haras. Eu monto nas minhas éguas e ela nos cavalos dela. Se Deus quiser ela vai deixar eu tratar e galopar nos cavalos dela também”, disse Carol ao 14News.

Patrocinadores _ Ana Laura:

Sumare Leilões
Nutratta Nutrição
Botupharma
Rodeio Way
Rodeio Store
Laidol Jeans
Liceu Botucatu
Chapéus Cury
Sport Equus
Valdir Berloffa


Notícias similares