Plataforma permite conectar diretamente pessoas solidárias da cidade de Botucatu, com as famílias mais carentes.

O sistema é online pode ser feito por meio de entregas ou ser levado diretamente para a família que necessita. Entidades também podem ser destino destas doações, pois já que realizam um importante trabalho de assistência.

Em função da grave pandemia do novo Coronavírus e da decorrente crise econômica que já estamos enfrentando, especialmente nas periferias de Botucatu, diversas entidades da cidade se prontificaram em prestar assistência às famílias mais empobrecidas e aquelas impossibilitadas de trabalhar devido ao isolamento social.

Além disso, as pessoas que normalmente doavam para estas instituições fazerem o trabalho de assistência, pararam de doar devido a impossibilidade de circular na cidade.

Neste sentido, o Instituto Giramundo, que atualmente preside o Conselho de Segurança Alimentar do Município, procurou ajuda da Solutudo, que já possuía um sistema de ajudas simplificado, e sugeriu a criação de sistema descentralizado de doações.

Prontamente, Rafael Regis Somera, cofundador da empresa, aceitou o desafio. Foi então que o Instituto e membros de outras entidades da cidade, se uniram para desenvolver a aprimorar a ferramenta.


Segundo Beatriz Stamato do Instituto Giramundo, “a Solutudo, na figura do Rafael, foi de grande ajuda para que nossas sugestões fossem acatadas e implementadas no sistema, que pretende disponibilizar para todo Brasil de maneira totalmente gratuita. Esta plataforma tem grande potencial de ajudar, mas precisa que as pessoas divulguem, se solidarizem e se cadastrem”

Dentre as entidades participantes estão: Caritas, Casa dos Meninos, Núcleo de Transformação Social Nutras, Casa das Meninas, Vila dos Meninos, Núcleo Assistencial Joanna de Angelis, Pérola Negra, Instituto Giramundo, Semeando Futuro. Além destas, o Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional e o Conselho de Políticas para as Mulheres, também apoiam esta iniciativa.

A funcionalidade da ferramenta, permite complementar os esforços da Assistência Social e demais secretarias municipais, diminuindo, assim, a carga de demandas, bem como trazer para os munícipes uma oportunidade de se solidarizarem com a tragédia que nos acomete neste momento.

Para que isso funcione, é preciso que tanto doadores como famílias necessitadas e entidades que as auxiliam, se cadastrem no sistema. O doador escolherá uma família ou uma entidade cadastrada, e levará sua doação ou mandará entregar de forma direta.

De forma autônoma e sem aglomeração. É um sistema seguro e ágil, mas é fundamental o cadastro no sistema, só assim a ferramenta poderá atender aos necessitados.

Pessoas, empresas, entidades solidárias e famílias com demandas urgentes, devem se cadastrar por meio do https://www.solutudo.com.br/cidade-contra-o-coronavirus/