Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Botucatu

Novo edital prevê única empresa no transporte coletivo de Botucatu 

O novo edital sobre o transporte coletivo prevê única empresa fazendo as linhas de ônibus na cidade de Botucatu.

A informação foi dada durante entrevista do prefeito Mário Pardini à Rádio Municipalista na manhã de sábado (01).

Pardini esclareceu que isso não impede que 2 empresas cheguem a um acordo e possam juntas se unir e trabalhar. Isso deu a entender que as empresas atuais possivelmente tem chance de concorrer ao novo processo licitatório.

Ainda foi citado pelo prefeito que uma das empresas recorreu à justiça e enquanto isso a licitação corre paralelamente à decisão judicial.

O anúncio da quebra de contrato por conta de má qualidade do serviço prestado e acidentes foi feito pelo ex-prefeito João Cury Neto no final do seu mandato no ano passado.

Em abril deste ano, foi oficializada a quebra do contrato com tempo de defesa das empresas. Depois, foi anunciada nova licitação.

Durante os problemas que ocorreram as empresas alegaram desequilíbrio econômico, quando se não consegue lucrar com o valor da tarifa cobrada frente ao alto investimento realizado pelas empresas, além de queda de passageiros.

Já a administração pública diz que um estudo mostra que o preço cobrado é o suficiente para que o serviço seja executado na cidade.

 

AUDIÊNCIA

Foi realizada nesta sexta-feira (30), a Audiência Pública para abertura de licitação para novo modelo de transporte coletivo em Botucatu. O encontro aconteceu no Cine Teatro Nelli e contou com a presença da equipe da prefeitura, representantes de empresas de ônibus e interessados no assunto.

“Diante da rescisão contratual com as empresas que atualmente prestam os serviços de transporte coletivo em Botucatu, há a necessidade de abertura de nova licitação na modalidade concorrência pública para que uma nova empresa venha exercer tais serviços e essa audiência é o primeiro passo para isso”, explicou o Presidente da Copel, Murilo Paganini, que presidiu a reunião. 

Além de ter cumprido com uma obrigação legal, a Audiência Pública teve como objetivo esclarecer a opinião pública acerca do novo modelo adotado para a concessão do transporte coletivo, bem como dar ampla publicidade aos interessados sobre o Projeto Básico, Minuta do Edital e Minuta do futuro contrato.

“Vencida esta etapa, nós temos que aguardar um prazo legal de 15 dias úteis para publicar o edital da concorrência pública, que determinará a empresa que irá deter a concessão para os próximos 10 anos. Vejo que a audiência pública cumpriu com seu objetivo, já que os presentes puderam tomar conhecimento do novo modelo da concessão que será licitado e puderam sanar todas as dúvidas sobre o tema”, finalizou Murilo Paganini.

Os estudos e elaboração do novo modelo de concessão foram fruto de uma determinação do Prefeito Mário Pardini. “Nosso desejo é ter um serviço de transporte público de qualidade em Botucatu. Estamos trabalhando muito nesse sentido e essa nova licitação é uma das alternativas que encontramos para isso”, afirmou Pardini.

Após a colocação de fiscais nos ônibus, as reclamações dimimuíram.

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news 

(Do Agência14News com Assessoria de Imprensa)

.

 


Notícias similares