A Polícia Militar prendeu nesta quinta-feira (15) o segundo envolvido no caso de uma mulher baleada na cidade de Areiópolis (SP).

O crime foi registrado na madrugada de segunda-feira (12). O suspeito detido nesta quinta é um menor de idade que teria auxiliado na ação. O primeiro a ser preso foi o irmão desse adolescente que tem mais de 18 anos e também é suspeito de ter ajudado no crime.

O terceiro envolvido, que está foragido, é o ex-companheiro da jovem baleada que tinha sido preso antes pela Lei Maria da Penha, mas acabou sendo solto e se vingou dela.

O crime ocorreu quando a moça de 20 anos estava em frente a casa de uma amiga quando o ex-marido apareceu. 

Os outros dois envolvidos teriam avisado o atirador quando ele poderia se aproximar e agir.

O homem atirou três vezes atingindo a ex-mulher, que foi socorrida ao Hospital das Clínicas (HC) da Unesp de Botucatu com ferimentos.

Uma amiga contou à polícia que estava em frente àasua casa com a vítima. Primeiro apareceu um conhecido do ex-marido e depois quando elas caminhavam para a esquina das ruas Pedro Guimarães com Francisco dos Anjos Lopes o ex apareceu e começou a atirar na jovem de 20 anos acertando a mão, o rosto e as costas.

A amiga conseguiu correr e pedir ajuda chamando a polícia e o SAMU, mas o homem fugiu. 

Logo após os tiros, a polícia apurou que a jovem estava consciente e estável, sendo que passaria por cirurgia para retirar a bala que ficou alojada nas costas. O caso foi investigado pela Polícia Civil que continua atuando em conjunto com a PM.

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(Texto: Agência14News/ Fonte: Rádio Municipalista e Boletim de Ocorrência da Polícia Civil)