Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Cultura

Desfiles de Carnaval movimentarão R$ 2,5 milhões em Bauru 

Afinal, qual o impacto econômico do Carnaval em Bauru? Para responder a essa questão, tomamos como base o Carnaval de 2019. No ano passado, o evento levou mais de 30 mil pessoas ao Sambódromo em Bauru.

A projeção para este ano é de que o investimento pela Prefeitura gere movimentação na economia na ordem de R$ 2,5 milhões. São R$ 488 mil para as escolas e blocos, R$ 65 mil na sonorização e R$ 200 mil na organização. A projeção é de que a cada R$ 1,00 investido sejam movimentados R$ 3,00 na economia da cidade.

Mas como isso acontece? As escolas de samba e blocos da cidade geram todos os anos mais de 800 empregos temporários diretos e indiretos para realizar o Carnaval. São costureiras, artesãos, serralheiros, carpinteiros, pintores e eletricistas entre outros profissionais que trabalham na confecção das fantasias, adereços e carros alegóricos das agremiações.

Além desses profissionais contratados diretamente pelas escolas e blocos, a Prefeitura, ao realizar o Carnaval, também garante a manutenção de empregos em toda a cadeia produtiva. Lojas especializadas aumentam a venda de tecidos, adereços e decorações.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Renda, outras empresas, indiretamente, também incrementam suas receitas, como fornecedoras de bebidas, supermercados, postos de gasolina, meios de hospedagens e restaurantes. Isso oxigena a economia e mantém um ciclo produtivo na cidade.

Turismo

No Carnaval de 2019, a Prefeitura de Bauru, por meio da Divisão de Planejamento Turístico, Eventos e Turismo Receptivo da Sedecon, aplicou a Pesquisa da Demanda Turística especificamente aos turistas que vieram para assistir aos desfiles. Mais de 300 pessoas foram entrevistadas nos dois dias de Carnaval.

Foram entrevistados turistas de cerca de 30 cidades paulistas e de outros estados, como Vitória, Campo Grande (MS), Cuiabá (MT) e Londrina (PR) e que utilizaram a rede hoteleira local.

Destes, 61% gastaram até R$ 500,00 no município. Outros 15% gastaram até R$ 800,00 e 15% até R$ 1.200,00. Além disso, 8% dos foliões desembolsaram até R$1.800,00 e 1% até R$ 3 mil durante o período em que permaneceram em Bauru.

(com assessoria)


Notícias similares