Levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública aponta que Botucatu (SP) está entre as 8 cidades que menos tiveram casos de mortes violentas no Brasil.

Na sequência estão com os números melhores as cidades de Brusque (SC), Atibaia (SP), Jaragua do Sul (SC), Tatuí (SP), Varginha (MG), Jaú (SP), Lavras (MG), Botucatu (SP), Indaiatuba (SP) e Limeira (SP).

Foram pesquisas as cidades com mais de 100 mil habitantes.

Botucatu aparece em segundo lugar entre os municípios que mais diminuíram as taxas de mortes violentas na última década com 64%.

As cidades com as melhores reduções são: Leme (SP), Botucatu (SP), Atibaia (SP), Tatuí (SP), Vitoria (ES), Nova Friburgo (RJ), Santana de Parnaíba (SP), Umuarama (PR), Itatiba (SP) e Jandira (SP).

Outro instituto traz números diferentes: 

Já a ONG Sou da Paz traz números um pouco diferentes, apontando que reduziu a criminalidade entre os municípios paulistas, mostrando que “impressiona o desempenho de Ibitinga, onde a redução verificada foi da ordem de 54%. Destaca-se o fato de que entre as 10 cidades cujo IECV (Índice de Exposição a Crimes Violentos) mais diminuiu no período estão quatro representantes da Grande São Paulo: Mogi das Cruzes, Ribeirão Pires, Embu-Guaçu e Mairiporã, com quedas entre 42% e 45%”.

Aumentou
“Por outro lado, preocupam sobremaneira os resultados encontrados nos municípios de Campos do Jordão e Botucatu, cujos IECV cresceram 147% e 83%, respectivamente. Diante desses resultados, é preciso avaliar como evoluiu cada um dos subíndices nessas localidades, de modo a formular medidas para conter seu crescimento. De fato, três dos 10 municípios com maior incremento do IECV entre 2014 e 2017 se encontram no Deinter 1 – São José dos Campos: Cruzeiro, Lorena – com o maior índice do estado em 2017 – e Campos do Jordão.

Segundo o secretário municipal de Segurança, Marcelo Emilio, o número mais consistente é o que coloca Botucatu entre as mais seguras porque não avaliou cidades a partir de 50 mil pessoas e sim 100 mil pessoas.

O delegado Seccional da Polícia Civil Antônio Soares da Costa Neto também comentou o índice. “É o resultado da união das forças policiais;  incluindo a guarda municipal que há muito tempo nos tem ajudado o que resulta na punição daqueles que aqui cometem ou tentam cometer crimes;  aliado a confiança do poder judiciário e do ministério público; facilitando o trabalho conjunto”.

Crimes na cidade

No ano de 2018 Botucatu registrou 2 homicídios nos primeiros 4 meses, mesmo número do período igual de 2017. O ano passado todo teve 5 casos.

Nesses 4 primeiros meses do ano a cidade teve ainda 172 registros de lesão corporal dolosa (agressão), 158 casos de pessoas feridas no trânsito, 20 estupros e 15 assaltos.

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(do Agência14News)