Um homem de 22 anos foi preso neste sábado (8/1) depois de ser acusado de passar as mãos nas partes íntimas de uma criança de 10 anos, no Distrito de Rubião, em Botucatu.

A Guarda Civil Municipal informa que estava com uma equipe no estacionamento da antiga estação ferroviária do distrito. A mãe da criança foi até a viatura e contou que foi chamada pela sua filha. A criança contou estar sendo molestada.

A mulher mostrou quem era o autor, que ao perceber a GCM, tentou fugir, foi alcançado e resistiu até ser levado ao Plantão Policial, onde foi preso.

Ele negou o fato e disse que tinha saído da cadeia há um dia onde estava preso pelo crime Maria da Penha.

O crime deste sábado foi enquadrado no artigo 218-A do Código Penal: Praticar, na presença de alguém menor de 14 (catorze) anos, ou induzi-lo a presenciar, conjunção carnal ou outro ato libidinoso, a fim de satisfazer lascívia própria ou de outrem: Pena – reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos.”