O asilo de Botucatu teve boa resposta da população com doações que chegaram a 7 mil fraldas.

Além disso foram entregues materiais de limpeza e de proteção aos funcionários.

Segundo o presidente da entidade, João Aguiar, devido aos cuidados tomados pela equipe e o cancelamento das visitas para se evitar o isolamento, nenhum idoso teve problema com a Covid-19.

Mas, o trabalho de arrecadação não pára. Isso porque as necessidades são frequentes. Usa-se uma média de 5 mil fraldas por mês, dos tamanhos G, GG e EG.

Segundo a assistência social do asilo, em alimentos a entidade recebeu uma boa quantidade neste início do mês, ficando com o estoque em alta, mas também é verdade que o consumo é grande. Em relação aos alimentos, o estoque deve garantir situação tranquila até o final do mês.

Uma das ações recentes no asilo foi do Grupo de Empreendedores de Botucatu (GEB). Foram doados 45 pacotes de fraldas geriátricas (R$ 1.575,00) e 106 frascos de álcool em gel (R$ 1.060,00), totalizando o valor de R$ 2.635,00.

A técnica de enfermagem Patrícia Cristina Pascucci, de 35 anos também conseguiu com amigos e voluntários mais de 600 fraldas. Ela tem usado as redes sociais e sua lista de amigos no WhatsApp para fazer o bem, principalmente durante a pandemia da Covid-19.

Quer ajudar? Entre em contato com a assistente social do asilo (14) 99896-2086. Devido a pandemia, existe a opção de depósito em conta em nome do asilo: Banco Sicoob, Agência 3210 – Conta corrente: 24363-9.

Interessados também podem falar com o fornecedor de fraldas Roberto Versofral 3815-3129 e 99798-7939, que as entrega diretamente no asilo.