Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Destaques

Conselho Tutelar solicita que criança socorrida com hematomas seja levada para abrigo 


-Foto ilustrativa sobre crianças em abrigos (Arquivo da Agência Brasil).

O Conselho Tutelar de Bauru (SP) solicitou ao Ministério Público que a criança socorrida com hematomas ao Hospital das Clínicas de Botucatu seja colocada em um abrigo. Assim, os pais podem perder a guarda definitivamente. A menina de 1 ano e 4 meses recebe os cuidados na Unesp depois de ser transferida pela central de vagas onde existia leito para sua internação.

O 14News apurou que o caso aconteceu no sábado (10), por volta das 19h30. Tudo começou quando o pai da menina, ele que tem 19 anos, a avó dela de 43 estavam na casa da Vila Bechelli quando socorreram primeiro outra criança especial de 11 anos que estava ali, porque engasgou com carne. Todos foram à Base Noroeste da PM onde pediram ajuda.

Durante os procedimentos de socorro, os policiais militares perceberam que a criança tinha muitas marcas de arranhões e hematomas no abdômen.

Por conta do que constaram, após a reanimação da criança de 11 anos, os policiais foram até a casa onde os fatos se deram e ali encontraram a bebê de 1 ano e 4 meses – que agora está internada em Botucatu – e no imóvel não existiam as mínimas condições de higiene e nem alimentos.

Também estava na casa outra criança mais nova: trata-se de uma bebê de 3 meses que também sofria com a situação instalada no imóvel.

A mãe de 16 anos e as crianças ficaram em um abrigo temporário, depois de atendimento médico na UPA do Bairro Bela Vista. A adolescente tinha cortes pelo corpo que teriam sido provocados por ela mesma.

O pedido de “abrigamento excepcional provisório” para que não sejam mais vítimas de agressões foi feito pelo Conselho Tutelar nessa terça-feira (13).

Agora a polícia apura quem provocou as agressões nas crianças. O pai de 19 anos e a mãe de 16 não souberam explicar o fato que a polícia constatou. O caso foi registrado no Plantão Policial de Bauru para investigação.


Notícias similares