O asilo de Botucatu está trabalhando no limite quando se fala em número de vagas. O local está com todas as vagas ocupadas, segundo informou o presidente da entidade, João Aguiar, durante entrevista a Cesar Jr da Rádio Municipalista.

Ele salientou que casos extremos, como de uma pessoa que estava de alta do hospital e corria risco de pegar alguma infecção acaba sendo atendida atualmente.

Hoje, são 66 idosos abrigados em casas que ficam na área do asilo e que são atendidos por cerca de 40 funcionários.

O asilo oferece um atendimento importante com 55 mil reais de despesa com a folha de pagamento, mas recebe para arcar com esses valores investimentos como 20 mil reais de casas de aluguel da entidade, e quase mais 20 mil de verbas nas esferas municipal (R$ 9 mil), estadual (R$ 5 mil) e federal (R$ 5 mil).

Por lei, o asilo pode ficar com 70% do salário do idoso para os custos do dia a dia, mas em boa parte dos casos isso fica em torno de 30%, pois muitos têm problemas como empréstimos, mas segundo o presidente do asilo isso não é impedimento para abrigar o idoso.

Entre as mais antigas do asilo está a senhora Lazinha,de 92 anos.