smartphone

A Polícia Civil do Estado de São Paulo, por meio da Delegacia Geral de Polícia, informa que a partir desta quinta-feira (2), as ocorrências de violência doméstica contra a mulher ou familiares poderão ser registradas virtualmente pela internet, através da Delegacia Eletrônica.

Casos em que a mulher não esteja em risco iminente e fique mais fácil denunciar de casa, agora é possível denunciar um caso de violência doméstica pela delegacia eletrônica da Polícia Civil.

A medida foi tomada por conta do isolamento social frente ao Covid-19. Já em caso de emergência como um fato prestes a ocorrer ou mesmo a violência já praticada, a polícia deve ser acionada nos telefones de emergência como da PM 190.

“Neste momento de isolamento social, por conta da epidemia de COVID-19, a Polícia Civil do Estado de São Paulo, sempre sensível e atenta à proteção da mulher, disponibiliza esta ferramenta que poderá se acessada de qualquer dispositivo eletrônico, visando o atendimento necessário sem que haja a necessidade da vítima sair de casa e sem despertar a desconfiança de seu agressor”, comentou o delegado Seccional, Lourenço Talamonte Neto.

A polícia ressalta que, após o registro da ocorrência, a delegacia responsável pelas investigações fará contato de forma discreta com a vítima, para saber da necessidade da realização de exames periciais e de medida protetiva, dentre outros.

“Solicitamos que a vítima guarde provas, seja conversa eletrônica e/ou fotos de ferimentos, bem como outras que julgar necessárias, uma vez que posteriormente serão solicitadas e deverão ser disponibilizadas para a autoridade policial responsável pelo caso para análise e deliberação”, informa a polícia.

Os crimes em sua maioria podem ser denunciados eletronicamente, exceto estupro e estupro de vulnerável. 

Se houver alguma dúvida faça contato com a delegacia eletrônica através do e-mail: [email protected] 

O endereço para registro de ocorrência: https://www.delegaciaeletronica.policiacivil.sp.gov.br/ssp-de-cidadao/home