Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Geral

Após sofrer golpe, vítima consegue dinheiro de volta 

Uma moradora de Botucatu conseguiu reaver o dinheiro que havia perdido em um golpe aplicado neste mesmo mês na cidade.

O crime ocorreu na sua casa, no Jardim Peabiru, quando comprou um jogo de panelas, que foi apresentada e testada como de alta qualidade pela vendedora. Mas quando recebeu a caixa fechada, na efetivação da compra, ao abrir a mesma percebeu que se tratava de um golpe, pois o material deixado na casa era outro, bem inferior e que não custava nem R$ 100.

A vitima tinha pago R$ 600,00. Depois ela procurou o banco e a bandeira do cartão de crédito. “Passamos (ao banco) o protocolo do boletim de ocorrência online e o nome da empresa que constou no comprovante da compra. Com certeza eles verificaram que no site da empresa havia muitas reclamações e estornaram o valor que pagamos. O gerente da conta do meu esposo não garantiu que íamos conseguir, mas graças a Deus deu certo. Na bandeira do cartão eles foram muito atenciosos e na mesma semana estornaram o valor da compra”, comentou ao 14news.

Ela diz que essa mesma mulher que também deu golpe em pessoas na área rural perto da Duratex foi vista recentemente no shopping de Botucatu abordando as pessoas e oferecendo as mesmas panelas.

“Conversei com uma amiga minha essa semana. Ela também foi abordada no estacionamento do shopping pela mesma mulher. Mostrei a foto dela e ela a reconheceu. Agora podem estar longe daqui passando golpe em outro lugar. Minha amiga disse que tinha uma criança no carro deles (sempre é um casal que dá o golpe e o homem fica no carro)”. “Mas ela não deu atenção. Falou que estava com pressa. No dia desse fato ela ainda não sabia do que tinha acontecido comigo”.

Rezou para dar certo

Quando meu marido ligou no cartão a atendente disse que não era certeza e que teria que esperar em torno de um mês para conseguir o estorno. Até porque quando a gente coloca a senha é como se fosse uma autorização. Poderia ser que caísse a primeira parcela. Mas durante a semana depois que ele conversou eu fui pedindo para Deus. Tenho bastante fé, sou católica, e pedia todo dia a Deus que Nossa Senhora passasse na frente e resolvesse isso, pois eu tinha já feito de tudo. Fiquei surpresa quando na sexta-feira da mesma semana eu vi que o valor estava creditado. Acredito que tenha sido pelo poder da oração e da fé”, comentou. (Foto ilustrativa: EBC).


Notícias similares