Uma quadrilha fortemente armada atacou bancos no começo da madrugada desta segunda-feira (30), em Araçatuba, no interior de São Paulo.



Moradores que estavam nas ruas foram feitas reféns como estudo humano. Elas foram obrigadas a andarem sem camisetas em frente aos bandidos na frente deles. Também teve morador que foi colocado em cima do teto do carro e também no capô de um veículo para que a polícia não fosse para o enfrentamento.



Pode ser uma imagem de fogo e ao ar livre
-Veículos incendiados em Araçatuba.


Veículos foram incendiados em frente às bases da polícia para evitar reação das forças de segurança.

No ano passado o ataque foi contra Botucatu. Houve enfrentamento, além de feridos, entre bandidos e policiais, e um suspeito morto. A quadrilha foi identificada e a maioria presa. Foram 26 identificados e 18 presos na ação na cidade.

Nota da PM

ROUBO A AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM ARAÇATUBA/SP

Na passagem do dia 29 para o dia 30 de agosto de 2021, entre as 23h50min e 00h, vários homens de posse de armas de grosso calibre e explosivos cercaram a área central da cidade, com o intuito de realizarem roubo a agências bancárias.

Pelo menos duas agências bancárias tiveram seus caixas danificados por ação de explosivos e outras agências foram alvos de disparos de arma de fogo. Os infratores da lei usaram transeuntes que passavam no local como escudo humano para transitarem a pé e com os veículos utilizados na ação criminosa.

Os infratores utilizaram “Drones” para monitorar toda a ação, tanto na chegada ao perímetro urbano como na fuga para a zona rural. Foram deixados explosivos em pelo menos 14 pontos da cidade, incluindo um caminhão carregado com emulsão de frente a uma das agências que foram atacadas. Policiais militares do GATE e do COE, que atuam na capital do estado, estão em Araçatuba para apoiar nas buscas e no recolhimento dos explosivos, bem como os BAEP das regiões de Bauru, Presidente Prudente e São José do Rio Preto foram acionados.

Durante a fuga os veículos utilizados na ação foram deixados para trás com farta munição e armas de grosso calibre, dentre elas fuzis calibre .50 e 7.62 mm, além de “miguelitos”, que são artefatos de metal utilizados para furar pneus de veículos. Ainda não há um número exato de marginais, mas estimasse que a ação contasse com pelo menos 15 deles no centro da cidade.

Com a intenção de isolar a cidade, os infratores incendiaram veículos nas pontes do Rio Tietê em Buritama e Santo Antônio do Aracanguá. Também incendiaram veículos próximo ao trevo de Guararapes e na praça de pedágio em Glicério, bem como dois veículos no centro de Araçatuba.

Pelos menos 3 pessoas foram mortas durante a ação criminosa. Suas identidades ainda estão sendo checadas. Também há informações de que algumas pessoas deram entrada no Pronto Socorro Municipal com ferimentos provenientes de arma de fogo. Ainda não há o número exato de feridos e nem tão pouco suas identidades. Um rapaz que ao passar de bicicleta próximo a um artefato explosivo, foi vítima da explosão e teve um das pernas amputada.
Solicitamos à população que evitem passar pelo centro da cidade, pois ainda há muitos explosivos no local. O dia está clareando agora e pode ser que mais artefatos explosivos sejam encontrados. Caso algum cidadão se depare com algo estranho, por favor, não mexa, ligue para o número de emergência 190.

Policiais militares estão trabalhando de forma incansável nas buscas pelos autores desse delito. Pelo menos 2 deles já foram capturados.

Araçatuba, 30 de agosto de 2021. Comunicação Social do CPI-10.