O assunto do que pode ser ensinado a alunos nas escolas sobre sexualidade, diferenças de gênero, homosexualismo e até política, voltou a gerar polêmica em Botucatu na noite desta quarta-feira (01). 

Depois do assunto ter sido questionado pelo vereador Abelardo da Costa Neto que disse ter ficado sabendo de um filme com cenas de sexo entre homens, ter sido passado em uma escola da cidade, ele sugeriu um projeto de lei sobre o tema para regrar o que pode ser ensinado. Em seguida, integrantes do PSOL disseram que isso seria censura.

Uma moça chamada Caroline disse nas postagens nas redes sociais sobre o tema, que foi ofendida. “Onde uma mulher expõe sua opinião, é mandada a “pqp”, e ainda mandaram eu 'parar de me vitimizar'. Um espaço repleto de ataques pessoais, claramente apoiados pelo vereador em questão. Sem argumentos, partem para ataques pessoais”.

Outro rapaz se pronunciou: “Isso não é o que se aprenda na escola, é uma palhaçada, sem vergonhisse, se vcs são contra de ser pregado a religião nas escolas por desrespeitar outras crenças das pessoas isso também não deveria ser discutido, a maioria dos PAIS não são a favor de que os filhos aprendam esse assunto na escola”.

Abelardo, respondeu: “Primeiramente que não apaguei nada e não tenho medo de pressão seja de quem for. Inclusive vc não me respondeu sobre o que acha de passar vídeo de sexo H x H na escola, como foi passado por um professor sem autorização da escola. E vou repetir aqui sem medo do que falei e com certeza tenho apoio de 99% da população. Quem quiser impor coisas aos nossos filhos no que devemos ensinar , vão para PQP. Pois seja política, religiões e ideologia qualquer é direito dos pais e não intruso em sala de aula. Faço um desafio a vc. Poste em seu Facebook, quem concorda que escola é apenas para ensinar e não educar com religião, política e ideologias em geral. No entanto vc viu na minha postagem que apenas 1% é contra. Sou o que sou e não mudo, não adianta vc ou qualquer pessoa querer fazer pressão”.

Uma audiência pública deverá ser realizada em Botucatu para tratar do tema em data a ser agendada.

 

Leia mais sobre o tema.

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(do Agência14News)