O número vem caindo, mas ainda são cerca de 1.500 multas mensais registradas pelo radar móvel que fica nas principais vias de Botucatu (SP).

A informação foi dada pelo subsecretário de trânsito, Rodrigo Fumis, durante entrevista nesta sexta-feira (02) na Rádio Municipalista.

E alguns casos chamam a atenção com motoristas dirigindo muito acima da velocidade. A queda gira em torno de 25% nos últimos meses, mas o volume de motoristas que dirigem acima da velocidade preocupa.

Para se ter uma ideia do que o radar flagra, o motorista de um caminhão que estava entregando bebidas em Botucatu passou na Avenida Vital Brasil a 80 km/h, onde a velocidade máxima permitida é de 50 km/h. Apesar de estar em uma avenida movimentada bem acima do limite de velocidade e com um caminhão carregado, o motorista ainda apresentou recurso na Semutran – Secretaria Municipal de Trânsito.

Outra situação que chamou a atenção foi um motorista que estava de carro e foi flagrado a uma velocidade de 124 km/h no trecho onde existe a saída da cidade no sentido campus da Unesp ou à Marechal Rondon, mas o radar fica bem antes do trecho da estrada, local que também tem um cruzamento.

No começo do ano em comparação com o mesmo período de 2016 a cidade registrou uma queda de 95% dos óbitos em acidentes nas estradas e na cidade. Neste ano uma pessoa morreu durante acidente na Rodovia Castelinho.

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news 

(Do Agência14News)