Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Botucatu

Projeto que muda abordagem cirúrgica em crianças conta com doações 

O Hospital Estadual de Botucatu lançou o projeto “Minha Aventura no Hospital”, uma ação de humanização da cirurgia pediátrica, que reduz o medo e a ansiedade não só das crianças, mas também de seus familiares antes da realização das cirurgias dos pequenos.

Para isso, o projeto conta com a ajuda de empresas locais, transformando o centro cirúrgico em Planetário e em Floresta Encantada, onde os pequenos interagem com o anestesista astronauta ou com as fadas da floresta, e podem sonhar e dar asas a sua imaginação na própria maca, enquanto passam pela cirurgia.

“Alegra nosso coração quando fazemos algo que impacta positivamente a vida de muitas pessoas. Na maioria das vezes, a gente nem conhece as pessoas as quais ajudamos. Entre fazer nada ou tornar o mundo um lugar melhor para se viver, basta uma escolha. E o grupo #voluntariandoporaí e o Canal Café na Mesa Nova, decidiram trabalhar por um mundo melhor. Quando você muda, tudo muda”, explica Erica Cardoso, do Café na Mesa Nova.

Fabíola Rosa, proprietária das empresas BilaBiloca e Retecer, participou da ideia fazendo capacete personalizados para os meninos. “Quando a Érica me contou a ideia de transformar a ala pediátrica em um local lúdico, onde crianças passariam de pacientes a astronautas eu topei na hora. Acredito que a descontração e a fantasia podem ser formas de amenizar a dor, deixando o ambiente mais leve e descontraído. Refletindo diretamente na recuperação da criança”, conta.

Segundo a Dra. Silke Weber, Diretora do HEBo, o projeto foi iniciado no mês de junho, mas devido à pandemia da COVID-19, teve sua rotina reduzida. “Há uma boa interação entre os anestesistas, a equipe cirúrgica e a equipe de enfermagem, e todos participam ativamente na criação da fantasia. A maioria das crianças já entra na sala conversando com a fada, falando palavras mágicas para a porta da floresta se abrir, segurando a máscara para poder voar, ou então procurando o seu planeta destino na sala entre a decoração. As mães ou acompanhantes neste cenário de brincadeira transmitem menor angústia e estresse para a criança, criando um ambiente mais tranquilo”, diz.

No final de cada cirurgia, astronautas e fadas, de capacete ou bastão mágico, aguardam do lado de fora os pequenos pacientes que talvez ainda não saibam, mas viveram uma grande aventura em sua vida.

Quer ajudar a manter esse projeto? Entre em contato com a gente pelo https://www.facebook.com/agencia14news/ou com a Erica no https://www.facebook.com/cafenamesanova/


Notícias similares