Morreu em Botucatu (SP) neste sábado (19) o jornalista Celso Mucio.

Ele tinha sido internado pela primeira vez com aneurisma e depois foi para casa. Chegou a ser feita uma campanha para ajudar a família até sair o benefício do INSS.

“Ele melhorou e foi para casa, o que foi magnífico. Tirei férias para ajuda a cuidar do Celso. Só que depois ele teve uma hemorragia, foi para o hospital e agora teve 3 paradas cardíacas e não os médicos não conseguiram reanimar”, comentou o genro Wellington Oliveira que é casado com a filha de Celso, Amanda.

Mucio trabalhou praticamente em todos os veículos de comunicação de Botucatu, principalmente nas rádios como Cultura FM, Municipalista, F8, Clube FM e demais informativos.

Seu trabalho recente foi na secretaria de educação da cidade de Pardinho.

Nota de pesar 
“É com muita tristeza que a Prefeitura de Pardinho comunica o falecimento do Professor e Jornalista Celso Muccio. Celso era nosso Coordenador de Educação e responsável por diversos programas, como o ‘Primeira Infância’, que virou referência estadual.

Celso Muccio foi um guerreiro e lutou bravamente pela vida nos últimos meses. Ele passou esse ano por uma cirurgia da aorta para correção de um aneurisma e desde então teve diversas complicações.

Perspicaz e muito inteligente, Celso Muccio também teve importante atuação em diversos veículos de comunicação, como rádios e jornais, dando uma enorme contribuição para a imprensa regional.

A Prefeitura de Pardinho, na figura de seu Prefeito Dito Rocha, se enluta ao lado da família, oferecendo condolências nesse momento tão triste. Será decretado Luto Oficial de três dias no município”, finaliza a nota.

(do 14News)