Damiana estava desaparecida e foi encontrada no Monte Mor

Um motorista de caminhão de gás que viu o caso divulgado no 14News, sobre Damiana Viviane de Lima, de 33 anos, que estava desaparecida em Botucatu, a reconheceu na rua e ajudou a dar dar fim à aflição da família que já durava 13 horas.

De acordo com informações, a mulher tem limitações mentais e ficou a noite toda na rua.

Ela sumiu na terça-feira (11), por volta da 21h40. Segundo a família, Damiana estava ajudando a lavar o quintal e foi pedido para ela jogar dois cabos de vassoura do outro lado da rua, só que ela não voltou.

Miriam Carvalho de Jesus que cuida de Damiana há 5 anos disse que ela foi localizada pelo motorista de gás que ficou sabendo do caso e em seguida acionou a família. Ela estava no Jardim Monte Mor.

Damiana possivelmente ficou caminhando após sair da Rua Manoel Sobrinho, no Jardim Continental. A família conta que ela possui desenvolvimento mental incompleto e precisa ser assistida nas tarefas diárias.

“Graças a Deus ela foi encontrada e um amigo que estava no carro de gás, ciente e sabendo ajudando na procura também. Ele avisou e fomos imediatamente, a trouxemos e vamos ao pronto socorro e depois à delegacia”, informou a responsável por Damiana.

DESTAQUES: