Depois da morte de um de seus cães, a dona do animal, uma servidora pública municipal negou que houvesse maus-tratos.

O animal morreu, segundo vizinhos, após ficar preso com uma corda curta, sem água ou comida em um pequeno espaço para ficar no quintal.

“Eles são como meus filhos, eles nunca sofreram maus tratos.Quem me conhece, e vou além conhece meus hábitos. Meus animais ficam soltos. Latem à vontade. Querem atacar a mim ótimo, mas parem com esta publicidade barata, indiretas maldosas.O caso é público felizmente e tudo será apurado com todo rigor. Peço mais uma vez, respeitem meu luto. O nome dela era Lindy”, disse a dona do animal que rebateu as críticas na rede social.

Por conta da denúncia de maus-tratos a Guarda Municipal chegou a ir no local, mas a equipe não entrou na casa, pois segundo informações não tinha uma autorização judicial.

Houve muita crítica de defensores de animais dizendo que os casos na cidade precisam ser investigados e que o cão deveria ter sido retirado, mas quando conseguiram ver o que realmente tinha ocorrido a cadela já estava morta.

(Do Agência14News)