Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Alimentação

‘É Dia de Feira’ na Unesp Botucatu retoma atividades nesta quarta (11) 

Depois de ter sido cancelada no último 12 de fevereiro, devido fortes chuvas naquele período, a primeira edição do “É Dia de Feira” em 2020 enfim será realizada nesta quarta (11).

A iniciativa acontece sempre às segundas quartas-feiras do mês, no gramado próximo à Biblioteca do campus da Unesp de Rubião Júnior/Botucatu, das 10 até as 16 horas. O evento é aberto a toda população.

No espaço, o público poderá adquirir frutas e verduras frescas, produtos orgânicos e outras comidinhas tradicionais de feira. Tudo direto de produtores locais.

Recomenda-se ainda que os clientes possam trazer sua própria sacola de compras. A proposta é incentivar a alimentação saudável e sustentável, além de valorizar e fortalecer a agricultura local, orgânica e agroecológica.

“Queremos fortalecer e divulgar ainda mais o projeto para que as pessoas que frequentam e passam pelo campus possam sentir que a Universidade é um espaço de todos, bem como estimular que outras unidades da Unesp no Estado também repliquem esta ideia”, comenta a Profa. Flávia Queiroga Aranha, uma das coordenadoras do projeto

Sobre o projeto

O “É Dia de Feira do Campus da Unesp” é um projeto de extensão viabilizado pelo Departamento de Ciências Humanas e Ciências da Nutrição e Alimentação do Instituto de Biociências de Botucatu (IBB) e Departamento de Saúde Pública do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), junto à Proex (Pró-Reitoria de Extensão Universitária).

Conta ainda com parceria do Grupo Administrativo e Biblioteca do Campus, Interessan, projeto Sustenta Saúde, Sabesp, Núcleo de Movimento, Inclusão e Saúde (Numis) e Banco de Alimentos. A feira é uma estratégia de promoção e incentivo à segurança e soberania alimentar de funcionários, pacientes e de quem visita o campus.

Além disso permite a aproximação de produtores e consumidores, reduz intermediários na cadeia de consumo, estimula a continuidade da produção e garante o acesso a alimentos com preços mais justos em comparação aos praticados nos mercados tradicionais.

(com assessoria)


Notícias similares