-Eleição 2020. (Marcelo Camargo/Agência Brasil).

Cada vereador poderá precisar de 1.300 a 1.400 votos para se eleger em Botucatu (SP) nas eleições municipais de outubro.

Essa proporção é feita de acordo com as novas regras eleitorais onde não se permite mais coligações para a disputa. Antes, esse número dependia da coligação de partidos e chegava-se a eleger alguns vereadores com menos de 1 mil votos em sigla menor – ou se fosse de partido grande corria risco de, mesmo com boa votação, ficar de fora do Legislativo.

A cidade tem 100 mil eleitores com 70 mil votos válidos com perspectiva de a cada 6.500 votos um bloco ou partido conseguir eleger um vereador.

De 11 vagas para vereadores, Botucatu pode ter até 150% de candidatos: sendo 70% (11 homens) e 30% (6 mulheres).

A mudança nas regras também traz ainda que a perspectiva é que os partidos maiores sejam o destino dos candidatos para conseguir percentual de votos, pois hoje mudou a regra que dava maior chance de se eleger em partidos menores.

PRAZOS
Dia 4 de abril termina o prazo para a troca de partidos ente os nossos candidatos. Quem está em cargo público deverá fazer a troca de 4 de março a 4 de abril.

Já em relação ao eleitor 6 de maio é o último dia para biometria.

O chefe do cartório eleitoral de Botucatu, Igor Ignácio diz que os partidos devem “primar mais pela qualidade do que pela quantidade” para concorrer à Câmara Municipal, com essa limitação de número de candidatos que deve chegar a 100.

Hoje Botucatu tem 31 partidos, 19 suspensos e 12 ativos.

Já no cargo de prefeito as coligações ainda podem ser feitas e assim no cálculo geral ajudará na votação dos vereadores do partido.