A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza em Botucatu foi prorrogada. A população pertencente aos grupos prioritários tem até o dia 30 de junho para procurar uma Unidade de Saúde do Município e se imunizar.

A prorrogação da Campanha se deu por conta da baixa procura pela vacinação em todo o país. Em Botucatu, apenas 81% da população se imunizou, quando a meta é de 90%.

Os grupos que tiveram a menor cobertura foram: crianças de 6 meses a 6 anos (38%), gestantes (40%) e puérperas (45%).

“É fundamental que todas as pessoas que neste momento estão nos grupos prioritários, procurem as unidades de saúde e se protejam. A vacina não protege contra o coronavírus, porém previne quadros mais graves da gripe, evitando a probabilidade desse paciente necessitar de um leito hospitalar”, afirmou o Secretário Municipal de Saúde, André Spadaro.

Os grupos prioritários da Campanha são os seguintes: idosos com mais de 60 anos; profissionais de saúde; profissionais das forças de segurança e salvamento; pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade; funcionários do Sistema Prisional; caminhoneiros, profissionais de transporte coletivo (motoristas e cobradores) e portuários; profissionais que atuam nos cemitérios (funcionários das funerárias, neste momento, não estão incluídos); povos indígenas; crianças de seis meses a menores de seis anos de idade; pessoas com deficiência; gestantes e puérperas com até 45 dias após o parto; adultos de 55 a 59 anos de idade; e professores e profissionais das escolas públicas e privadas.

As Unidades de Saúde continuam vacinando de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, e a Sala de Vacina Noturna, no Centro de Saúde Escola da Vila dos Lavradores, também continuará funcionando das 18 às 22 horas.

Mais informações
Secretaria Municipal de Saúde
Rua Major Matheus, 07, Vila dos Lavradores
Telefone: (14) 3811-1100