Parquímetro da Floriano Peixoto não devolvia moedas. (Foto: 14News)

Usuários do parquímetro perderam o valor depositado na máquina instalada em frente à lotérica da Av. Floriano Peixoto, no centro de Botucatu (SP), na tarde desta terça-feira (21).

No painel existia a informação de equipamento fora de operação, mas quem colocou a moeda não conseguiu retirar mais. Também não havia nenhum representante da empresa nas proximidades para orientar as pessoas.

A reportagem tentou ligar na empresa assim que também usou o equipamento e percebeu o problema , mas não conseguiu falar no telefone fixado na máquina.

O 14News enviou pedido à Prefeitura e assim poder orientar os motoristas quando encontram problemas como esse. “A Prefeitura vai apurar junto a empresa o ocorrido, já que no sistema o equipamento não apresentou problemas. Lembrando que as maquinas ligam a partir das 8h e desligam 18h. Caso a mesma apresente a mensagem de fora de operação, a orientação é não por moedas e acionar a empresa ou algum monitor da empresa”, informou a prefeitura.

A facilidade que o usuário pode optar é o aplicativo Digpare onde se compra créditos e se paga o estacionamento apenas usando o APP que dá opção de se estacionar por 30, 60 ou 90 minutos.

A parte ruim do aplicativo é que não existe opção de menor tempo. E se o motorista não usar o crédito todo ele não consegue descontar o período que saiu da vaga: por exemplo, se optou por estacionar meia hora e ficou 10 minutos vai pagar pela meia hora.

Horário de funcionamento do parquímetro: de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas. Aos sábados das 9 às 17 horas, conforme sinalização regular (ver placas).

Valores do estacionamento: R$2,00 (a hora), R$ 1,00 (30 minutos) e R$ 4,00 por (duas horas).

Para obter mais informações, o telefone de atendimento ao público da Autoparque é o 3813-3983. A Semutran é quem fiscaliza o serviço: (14) 3813-3515 ou 156.