Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Região

Avenida Aldo Marini, em São Manuel, continua com pista interditada 

A forte chuva que caiu na última sexta-feira (03), (choveu cerca de 40 milímetros em menos de uma hora) acabou causando sérios danos a pavimentação asfáltica e possivelmente as galerias de captação de águas pluviais nas proximidades na avenida Aldo Marini, em São Manuel.

Parte do asfaltou cedeu e uma fissura pode ser vista em boa parte da pista, sentido cidade a Avenida José Horácio Mellão. Também houve um afundamento de uma parte da calçada, onde os blocos de concreto acabaram rolando pela pista, causando sérios riscos as pessoas que se utilizavam do local no momento da chuva.

A Defesa Civil, a Guarda Municipal e as Diretorias de Gestão e Serviços e Segurança e Trânsito isolaram os locais danificados e junto a Diretoria de Obras irão analisar o que irá precisar ser feito para recuperar a pista danificada. Ainda não existe uma data definida para a liberação total da pista.

O prefeito Ricardo Salaro enviou em caráter de urgência a Câmara Municipal pedido de empréstimo no valor de R$ 4 milhões de reais, que já foram aprovados na peça orçamentária para 2020, para que possa realizar diversas obras na área de infraestrutura na cidade.

Esse empréstimo já autorizado pela Caixa Econômica Federal, em virtude do Município ter capacidade financeira para honrá-lo, está programado para ser utilizado no recapeamento da Avenida Aldo Marini, na construção de galeria e recapeamento asfáltico da rua Francisco Cimó no bairro Dinkel II (obra aguardada há muitos anos pela população do local), recapeamentos das avenidas São Paulo e São Manuel nas Cohab I e II e construção de galerias no jardim Brasília e vicinal Tarcilio Baroni.

Segundo o prefeito a cidade apresenta sérios problemas com relação às obras de infraestrutura, principalmente no escoamento das águas pluviais e recapeamento asfáltico. “Estamos enfrentando dificuldades em vários locais, pois as administrações anteriores foram aprovando os loteamentos sem observarem a necessidade da construção dessas obras importantes. A conta vai chegar uma hora e temos que resolver essas questões. Além da construção das galerias temos ainda que recuperar a malha asfáltica de toda a cidade cujos muitos locais tem mais de 40 anos. Fizemos algumas melhorias significativas, mas tem muito ainda por fazer e vamos investir somente de recursos próprios, neste ano de 2020, algo em torno de R$ 4 milhões, em obras de recapeamento”.

Sobre o envio de autorização do pedido de empréstimo junto a Caixa Federal, o prefeito Salaro espera que a Câmara aprove o mais rapidamente possível para que as obras necessárias sejam realizadas. “Nós temos autorizado pela Caixa esse pedido de empréstimo, porque temos a capacidade de pagamento. Nossas finanças estão absolutamente em dia, mas não temos em caixa todo esse dinheiro disponível para ser utilizado de uma só vez. Então, esse empréstimo solicitado se faz necessário e urgente, para que possamos corrigir os erros cometidos no passado, quando deveriam ter cobrado a construção dessas obras importantes que teremos que realizar agora”, disse o prefeito.

(com assessoria)


Notícias similares