Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Região

Serviços de saúde estaduais de Bauru atingem marca de 20 mil teleatendimentos especializados 

Como forma de prevenção à COVID-19, serviços estaduais localizados em Bauru adotaram estratégias virtuais para a assistência e já atingiram a marca 20 mil teleatendimentos à população regional em diversas especialidades.

O Hospital Estadual de Bauru (HEB) mantém atendimentos ambulatoriais virtuais e telefônicos para pacientes em até 39 especialidades que integral o perfil assistencial da unidade. Até o dia 10 de setembro, foram feitos 11.415 atendimentos neste modelo desde o início da pandemia, em abril.

O Ambulatório Médico de Especialidades (AME) de Bauru também aderiu à iniciativa e, entre os meses de março e agosto, realizou 9.920 atendimentos entre as 19 especialidades oferecidas pelo serviço.

“Em abril, nossos pacientes deixaram de vir às consultas médicas para se proteger do novo coronavírus. Como muitos possuem doenças crônicas, decidimos implantar uma rotina de atendimentos à distância para resgatar renovar os vínculos e reduzir as faltas”, explica a pneumologista e diretora executiva do HEB, Deborah Maciel Cavalcanti Rosa. “Essa adaptação nos permitiu resgatar o papel do médico de família justamente e reestabeleceu uma frequência de atenção e cuidados, deixando que o paciente se sinta seguro em conversar com o médico que o acompanha mesmo num momento de medos e inseguranças”, relata.

Os atendimentos através de telefones e videochamadas foram oficializados após a sanção da lei federal nº 13.989, que autorizou os serviços de saúde a incluir teleconsultas na rotina. São oferecidas consultas ambulatoriais médicas e não médicas, a fim de incentivar que pacientes mantenham seus acompanhamentos de forma segura. Os profissionais coletam e registram as informações dos pacientes diretamente em seus prontuários eletrônicos, adotando todas as condutas necessárias aos cuidados do caso – inclusive a de prescrição de receitas médicas, para que sejam retiradas no hospital em momento oportuno ao usuário.

É o caso de Fausto Augusto de Oliveira, de 85 anos, assistido na especialidade de pneumologia no HEB desde 2005. Após sua última consulta presencial em fevereiro deste ano, não conseguiu comparecer em consulta agendada no mês de junho, mas foi imediatamente foi contatado via telefone por sua médica para dar seguimento ao tratamento. “No começo, não acreditei que era a minha médica me ligando. Ela disse que estava ligando para saber se estava tudo bem e acabamos fazendo uma consulta por telefone”, conta.

Os teleatendimentos são agendados após análises dos prontuários de cada paciente. Nos casos em que as consultas podem ser feitas à distância, as unidades entram em contato para marcar. A avaliação médica de cada caso é determinante para a priorização de cada paciente, considerando principalmente idosos e pessoas com comorbidades, como forma de evitar a exposição fora de casa. São considerados todos os protocolos do Ministério da Saúde para realização dos teleatendimentos.

Tanto o HEB quanto o AME são unidades da Secretaria de Estado da Saúde gerenciadas em parceria com a Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp).

Perfil assistencial dos serviços

O rol de especialidades do HEB integra as seguintes especialidades médicas: Alergologia e Imunologia pediátrica, Anestesiologia, Cardiologia adulto e pediátrica, Cirurgia Cabeça e Pescoço, Cirurgia Cardíaca adulto, Cirurgia Geral, Cirurgia Oncológica, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Plástica, Cirurgia Torácica, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Dermatologia, Endocrinologia adulto e pediátrica, Gastroenterologia adulto e pediátrica, Ginecologia, Hematologia, Infectologia, Mastologia, Nefrologia adulto e pediátrica, Neurologia adulto e pediátrica, Oncologia adulto e pediátrica, Ortopedia e traumatologia adulto e pediátrica, Otorrinolaringologia, Pneumologia adulto e pediátrica, Psiquiatria, Reumatologia adulto e pediátrica, Traumatologia e Urologia adulto e pediátrica.

Já as especialidades não médicas se resumem em Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Odontologia hospitalar, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional.

No AME de Bauru, há consultas em Cardiologia, Cirurgia Geral, Cirurgia pediátrica, Cirurgia plástica, Cirurgia vascular, Dermatologia, Endocrinologia, Gastroclínica, Nefrologia, Neurologia, Neurologia pediátrica, Oftalmologia, Ortopedia, Otorrinolaringologia, Pneumologia, Pneumologia pediátrica, Proctologia, Reumatologia e Urologia.


Notícias similares