A Prefeitura de Lins, através da Secretaria de Saúde está intensificando os trabalhos de combate ao Aedes Aegypti. Considerando que a transmissão da dengue encontra-se ativa no município, e que somente um índice de infestação do Aedes Aegypti baixa poderá garantir que não desencadeie novamente a epidemia, e ainda se agrave com transmissão de Zika e Chikungunya também,  informamos à  população que é de suma importância que a vigilância continue.

Esclarecemos  que é norma técnica do Ministério da Saúde, que as visitas domiciliares aconteçam na parte externa (quintal ) e interna (sala, cozinha e banheiro) dos imóveis, pois nesses anos todos de combate ao mosquito, ficou claro que ele esta cada vez mais esperto e nos surpreende sempre, cerca de 64%  dos criadouros  que encontramos está dentro dos imóveis, e 89%  em imóveis habitados.

Informamos ainda que as arboviroses é na atualidade um grande problema de saúde pública, pois essas epidemias atrapalham o desenvolvimento de todos os seguimentos da sociedade ( empresas, escolas, unidades de saúde, hospitais, etc).

A secretária de Saúde, Claudia Nunes ressalta a necessidade de receber nossos agentes controladores de endemias, e acatar suas orientações é fundamental para que Lins mantenha a Dengue , Zika e Chikungunya longe, e consolide a prevenção dessas doenças e promoção da saúde dos munícipes.

(com assessoria)