O prefeito de Bauru, anunciou nesta quarta-feira (11), o início da comercialização da segunda fase do bairro planejado de interesse social Vida Nova Bauru, da Pacaembu Construtora.

Trata-se de mais um empreendimento lançado em parceria com a iniciativa privada, por meio do Programa Casa & Cidadania, destinado a atender famílias com renda de até cinco salários mínimos.

O evento, realizado no auditório da Prefeitura, contou com a participação da secretária de Planejamento, Letícia Kirchner, do diretor comercial da Pacaembu Construtora, Fred Escobar, do gerente regional da Caixa, Nelson Calsavara e do vereador Markinho Souza, representando a Câmara Municipal. Também estiveram presentes o secretário do Meio Ambiente, Airton Martinez e os vereadores Ricardo Cabello e Carlinhos do PS.

O empreendimento configura-se como um bairro planejado com 461 casas populares, com infraestrutura completa e equipamentos de lazer. A obra compreenderá um investimento na ordem de R$ 61 milhões em obras e há expectativa é de geração de 1.500 postos de trabalho, entre diretos e indiretos.

O financiamento habitacional é facilitado pela Caixa Econômica Federal, com parcelas mensais a partir de R$ 480,00 e a entrada parcelada em até 60 meses pela Pacaembu.

As residências são construídas em terrenos a partir de 160 m2 e têm plantas funcionais, com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço coberta. Todos os ambientes são entregues com piso cerâmico. “O conceito de bairro planejado promete agregar mais valorização ao produto e qualidade de vida aos moradores, com infraestrutura completa, incluindo desde asfalto e sinalização viária até playground e áreas verdes”, garante a Construtora.

Casas especiais

Um dos diferenciais deste empreendimento, segundo o diretor comercial da Pacaembu, Fred Escobar é a possibilidade de realizar adaptações de acordo com a demanda do morador ou de sua família, ou seja, de personalizar a residência à sua necessidade. São pelo menos cinco opções de plantas com itens específicos para atender deficiências (física, intelectual, auditiva e visual) e nanismo.

“O futuro morador pode sinalizar ainda outras necessidades que favoreçam principalmente a mobilidade, em caso de idosos ou pessoas com dificuldade de locomoção temporária, por exemplo”, enfatiza. “Investimos na inclusão de pessoas para que nossos clientes possam morar e usufruir de suas casas com o máximo de bem-estar”, explica Escobar.

A Secretária Municipal de Planejamento, Letícia Kirchner, destacou que há muitos anos não temos a produção de moradias sociais tipo casa na cidade. A Secretaria destacou também que o empreendimento contará com a construção de uma unidade de saúde, que irá atender não só o bairro, mas também toda a população do entorno, como Jardim Ivone, Quinta da Bela Olinda”.

O prefeito Gazzetta falou sobre as mudanças realizadas na legislação para atrair investidores na área habitacional para a cidade e o resultado foi positivo. “São mais de 30 mil novas unidades habitacionais na cidade, sendo 20 mil de interesse social. São resultados que movimentam a economia da cidade e geram empregos”, enfatizou.

As inscrições para os interessados em adquirir um imóvel começam neste sábado (14), às 9h, no canteiro de próprio empreendimento, onde será aberta a casa decorada para que os clientes conheçam a estrutura e se inspirem com as ideias. O acesso ao novo bairro é pela Rodovia Cesário José de Castilho, no quilômetro 347.

(com assessoria)