De hábitos noturnos e incrivelmente resistentes a inseticidas comuns, fome e sede, os escorpiões estão em plena época de reprodução e exigem cuidados por parte da população e da municipalidade. A partir desta semana, a prefeitura lança uma nova campanha focada no combate aos escorpiões.

Qualquer pessoa que encontrar um escorpião em casa, no trabalho ou em outro tipo de ambiente que frequente deve entrar em contato com o Controle de Vetores de Barra Bonita pelos telefones [14] 3604-4051 e 3604-4054. De acordo com Maria Cristina Andrade Oliveira, agente de saúde do Controle de Vetores, os agentes encarregados da campanha irão até o local indicado e orientarão os ocupantes a como rearranjar a residência para que não criem focos do aracnídeo.

Os escorpiões saem de noite e durante o dia costumam se abrigar em locais escuros, como amontoados de telhas, tijolos, madeiras, restos de construção, entulhos de lixo [que atraem baratas], fornos a lenha sem uso e até em cupinzeiros e frestas de piso, paredes e muros. São locais assim que serão avaliados pela equipe da prefeitura.

Uma vez identificado foco de escorpião, um inseticida especialmente desenvolvido para o combate desses animais será administrado no local, configurando um bloqueio químico. “Antes de usarmos o inseticida, explicaremos como ele funciona e o responsável pelo imóvel assinará um termo que autoriza a aplicação da medida protetiva”, diz Maria Cristina. Além da vistoria, os agentes orientarão os moradores sobre como prevenir que escorpiões encontrem abrigos nas casas.

As residências em que forem encontrados escorpiões – mas que não possuem focos e nem ambientes que possam servir de abrigo – terão as residências e terrenos vizinhos averiguados seguindo o mesmo protocolo, inclusive com registro fotográfico.

A aplicação do novo inseticida foi testado no Cemitério Municipal, com acompanhamento de Tiago Santos de Jesus, químico do Serviço Autônomo de Água e Esgoto [SAAE] de Barra Bonita. Ele explica que o produto não tem cheiro, é seguro para humanos e tem efeito residual por até seis meses. “Trata-se de um veneno encapsulado. O escorpião passa pelo veneno que irá grudar em seu corpo. Então a cápsula se abre e o produto age.”

“É uma campanha que não será curta, pois o escorpião tem ciclo anual e teremos que acompanhar a situação por todo o período”, diz o vice-prefeito Manoel Fabiano Ferreira Filho, que ocupa interinamente o cargo de secretário de Saúde do município.“Agora estamos equipados para essa campanha: temos 12 agentes envolvidos diretamente no caso, já compramos o veneno especial e estaremos nos desdobrando para proteger as residências e as pessoas.Cada um deve cuidar da sua casa e quintal, mas não adiantará um ocupante cuidar do seu espaço e seu vizinho não.”

A Limpeza Pública de Barra Bonita dará apoio aos agentes do Controle de Vetores e aos moradores, ajudando na limpeza de locais que forem identificados como focos ou potenciais focos do escorpião. É importante manter o quintal e os locais próximos a ele limpos. Evite lixo acumulado, entulhos de materiais inservíveis e vede soleira de portas, janelas e ralos, assim como frestas e buracos em muros e paredes.Mantenha grama e mato (no caso de terrenos e jardins] sempre bem aparados.

Inseticidas comuns, usados nas residências para combater baratas e mosquitos, não funcionam com escorpiões e podem até piorar a situação. Uma vez que o animal detecta o veneno comum, ele se desaloja, podendo causar algum acidente neste momento. “Inclusive, pode ser o uso de inseticidas normais que esteja fazendo com que eles saiam de seus abrigos com mais frequência”, diz Maria Cristina, do Controle de Vetores. O escorpião pode ficar até um ano sem beber água, resiste a meses sem comida e pode prender a respiração por um longo período de tempo.

O escorpião amarelo é o mais comum, mas é também um dos mais perigosos porque seu veneno é muito potente. Além de uma picada doída, o veneno age rápido no corpo humano podendo levar a óbito. Por isso, uma vez identificada a picada pelo aracnídeo, é necessário lavar o local com água e sabão, fazer uma compressa e se dirigir ao pronto-socorro da Santa Casa de Jaú, que é o hospital referência em nossa região e está abastecido com o antídoto.

De acordo com o vice-prefeito, Barra Bonita já entrou com o pedido nos governos Estadual e Federal para que referencie o hospital local a ter o soro, mas até agora o produto não foi liberado. “Estamos em conversação e inclusive pedimos apoio político para o atendimento dessa demanda que consideramos urgente”, diz Manezinho.

No final de maio, o SAAE deverá iniciar uma dedetização da rede de esgoto usando o inseticida especial. O veneno também será eficaz contra baratas, ratos, carrapatose outros insetos, servindo como um recurso de amplo escopo no combate a animais e insetos indesejados.

“Já existiam ações contra animais peçonhentos em Barra Bonita, mas com o aumento da atividade de escorpiões vamos intensifica-las”, diz Manezinho. “A prefeitura preparou o SAAE, o Controle de Vetores e a Limpeza Pública para a campanha. A população precisa colaborar cuidando de seu espaço. Assim, venceremos os escorpiões.”

Quem encontrar escorpiões ou achar que sua residência ou local de trabalho merecem uma averiguação, deve entrar em contato com o Controle de Vetores pelos telefones [14] 3604-4051 e 3604-4054.

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(com Assessoria de Imprensa)