Segundo a Polícia Civil, o ataque a banco praticado no final de julho em Botucatu (SP) teve até o momento 8 presos e 10 bandidos identificados.

A informação foi dada pelo delegado Seccional Lourenço Talamonte Netto da Seccional de Botucatu.

Segundo o delegado, um dos bandidos tem extensa ficha criminal com mais de 30 anos de condenação no Piauí, com envolvimento do seu irmão nos crimes.

Além de 8 presos no apoio das ações e mais 10 identificados, houve ainda uma morte de suspeito.

O ataque ocorreu no Banco do Brasil e em uma joalheria, com incêndios em frente ao Batalhão da PM, entradas da cidade, roubo de veículos e troca de tiros com a polícia, com duração de 3 horas de disparos, onde a cidade viveu momentos de terror.

Ainda novidade do caso é que um homem que fez música de rap sobre o ataque ao banco prestou depoimento à polícia. Ele é acusado de apologia ao crime. Após dar sua versão, pediu desculpas em um vídeo.