Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Polícia

Morador foi rendido após sair de banco no centro de Botucatu 

Um homem foi rendido quando saía de uma agência bancária no centro de Botucatu (SP), por volta das 16h desta sexta-feira (28), e ficou em um carro, até ser liberado em uma ação da Polícia Militar.

Segundo a PM, a houve uma denúncia no telefone 190 de que havia um possível sequestro na Rua Amando, em frente ao centro bancário. Pessoas viram um homem sendo forçado a entregar dinheiro e depois a entrar em um carro, e os suspeitos saíram do local.

A equipe de motos da Polícia Militar encontrou com o carro na Avenida Floriano Peixoto, em frente ao Poupatempo. Havia 5 pessoas no veículo: um deles era a vítima que estava no meio de 2 passageiros no banco de trás.

Foi feita busca no carro e nos suspeitos, porém nada de irregular foi encontrado.

A vítima de 41 anos contou que 3 homens haviam lhe forçado a ir ao banco para entregar dinheiro. Isso foi confirmado por uma testemunha que fazia serviços de pintura na casa da vítima, e acompanhou em todo o caso, sendo que vendo a situação, ligou para a polícia.

Essa testemunha usou outro nome ao ligar à polícia para que os outros 3 ocupantes não notassem, e não o confrontassem.

Os envolvidos foram presos com base no artigo 158 – parágrafo 3º – 11.923/2009. “se o crime é cometido mediante a restrição da liberdade da vítima, e essa condição é necessária para a obtenção da vantagem econômica, a pena é de reclusão, de 6 (seis) a 12 (doze) anos, além da multa”.

A vítima conhecia os 3 presos que por desentendimento começou a ser extorquido pelos envolvidos até ser forçada a ir ao banco, e a denúncia do pintor acabou ajudando a evitar problemas maiores.

A vítima do caso não tem relação com igrejas, segundo informou a polícia, pois atua em outro ramo.


Notícias similares