Um adolescente de 17 anos é suspeito de ter estourado um bomba na Escola Estadual Cardoso de Almeida (EECA), na noite desta quinta-feira (25), no centro de Botucatu.

Um funcionário da direção escutou o barulho e foi até o banheiro masculino, onde encontrou um vaso destruído. A Polícia Militar foi chamada, o menor negou os fatos e foi registrado boletim de ocorrência.

A PM vai investigar o caso.