Na quarta-feira (08), os guardas civis municipais Petenucci e Belo, que faziam patrulhamento nas proximidades da Pista de Skate da CECAP, em Botucatu, notaram que uma adolescente de 17 anos ficou muito nervosa com a presença da viatura da GCM.

O local onde ela estava é conhecido como ponto de prostituição, por isso os guardas optaram por verificar o que ela estava fazendo ali. Em  um primeiro momento ela alegou que estaria esperando sua mãe, mas logo em seguida confessou que tinha o intuito de fazer programas sexuais.

Diante da idade dela, 17 anos, o Conselho Tutelar foi acionado imediatamente, bem como a mãe da menor, que tomaram ciência da situação. O caso será acompanhado pelo Conselho Tutelar e a DDM – Delegacia de Defesa da Mulher.

Menor encontrado com droga

Na quarta-feira (08), o inspetor Barcaça e a GCM Giselle, que faziam patrulhamento no Jardim Continental, em Botucatu, acabaram visualizando um adolescente de 15 anos agachado mexendo em algo em um terreno baldio.

Ao perceber a viatura da GCM, o menor acabou saindo correndo e foi alcançado, momento em que os policiais militares Rosa e Inoue  apoiaram a GCM na ação.

O menor confessou que estava vendendo drogas no local e que havia dispensado 10 pedras de crack. No local onde estava agachado foram encontradas mais dez pedras de crack e cinco papelotes de cocaína e com o adolescente a importância de R$ 42,00 em dinheiro.

O fato foi apresentado junto à DISE-Delegacia de Investigação Sob Entorpecentes, onde foi realizada a apreensão do menor, bem como o encaminhamento ao NAI.
 
Procurado pela justiça
Na quarta-feira (08), o inspetor Pichinin e os guardas civis municipais Nogueira e Lourenço do Grupo de Ações Preventivas Especiais, foram acionados através do telefone 199, dando conta que no Jardim Palos Verdes, em Botucatu, havia um homem procurado pela justiça por não pagamento de pensão alimentícia.

Sendo assim os guardas foram até o local e fizeram a prisão do indivíduo, que foi conduzido ao plantão policial e encaminhado à cadeia pública.