Uma jovem de 26 anos foi estuprada no final da tarde dessa terça-feira (19) após ter sido abordada por dois homens que estavam em um carro quando ela caminhava pela Rua Joaquim Leandro de Oliveira, na região Vila Maria, em Botucatu.

Segundo informações que a vítima passou para a polícia, ela caminhava pelo local por volta das 17 horas quando foi colocada à força no carro.

Os homens a levaram para um bambuzal onde foi estuprada por um deles. O local exato do estupro não foi mencionado porque a vítima disse que estava muito desesperada na hora que foi colocada no banco de trás e ficou em poder dos ocupantes do veículo.

Após o ato, a mulher foi deixada na região do Poupatempo, no centro de Botucatu.

A vítima pediu ajuda para duas mulheres que estavam na rua e foi ao plantão policial do Bairro Alto onde relatou os fatos e registrou boletim de ocorrência. A Polícia Civil investiga o caso. 

Um homem que a segurou é branco, tem aparelho nos dentes e alargador grande nas orelhas, é alto e magro. O condutor do carro e que cometeu o estupro é branco, tem cabelo castanho claro, lábios finos, alto e magro, usava casaco branco e chinelos.

A moça diz ainda que o carro é novo, tem 4 portas, bancos de couro de cor clara e vidros escuros. O termo usado pela jovem é que os homens que a pegaram pareciam ter cerca de 18 anos e tinham “jeito de gente rica”.

O caso foi elaborado pela delegada Simone Alves Firmino que estava de plantão na unidade da Polícia Civil.

Apenas neste mês de setembro, esse é o terceiro estupro registrado na cidade. Uma das vítimas foi uma criança de seis anos abusada por um idoso vizinho da família.

Em outro caso, uma mulher foi estuprada após ser abordada em frente de sua casa e aceitou carona de um homem que disse ser irmão de um pastor da igreja que a vítima frequenta, na região do Fórum, na Vila Real.

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: facebook.com/agencia14news

(do Agência14News com Rádio Municipalista)