Um homem que foi encontrado morto no Rio Tietê, perto de um porto de areia por trabalhadores, pode ter sido morto.

Essa suspeita surgiu porque segundo pessoas que estiveram no local, apesar do corpo estar em adiantado estado de decomposição, foi notado que a vítima estava com um furo na camiseta, o qual também ultrapassou o corpo, indicando ser um tiro.

Funcionários de um porto de areia encontraram o corpo de um homem na manhã de terça-feira passada (14) às margens do Rio Tietê, precisamente no trecho do Porto Martins, em Botucatu.

Depois, os bombeiros foram acionados e retiraram o corpo com ajuda do morador Ruy Pirré que desenvolve atividades náuticas e esteve com seu barco no local.

O homem vestia uma camiseta e bermuda da cor preta e com descrição de empresas de São Manuel.

Estiveram no local equipes do serviço funerário e da perícia.

“Na primeira vez que as pessoas viram achavam que eram algum objeto, depois mais de perto percebaram que era uma pessoa e acionaram os bombeiros. É difícil ter mais informações porque o corpo estava em adiantado estado de decomposição”, disse Ruy Pirré no dia da localização.

O nome da vítima não foi ainda revelado. O caso é investigado pela Polícia Civil.