Mais uma pessoa foi vítima após a clonagem do WhatsApp em Botucatu (SP).

O caso foi registrado na noite de sexta-feira (2) e o boletim de ocorrência registrado na tarde de sábado (3).

A vítima que no BO consta ser uma policial militar compareceu no plantão policial dizendo que recebeu uma mensagem WhatsApp, vindo do número 11-9.7478-0545, onde havia a foto de sua prima, dizendo que necessitava urgente fazer uma transferência em dinheiro para terceira pessoa, mas que não poderia mais fazer na data de ontem, pois, seu limite diário tinha se excedido, e pediu para que a vítima fizesse a gentileza de efetuar a transferência, e que no dia seguinte, já devolveria o dinheiro para ela, e assim sendo a policial, utilizando-se de seu aplicativo do Banco do Brasil, efetuou uma transferência bancária no valor de R$ 1.000,00 para a conta corrente número 21562-6, agência 4239-0, Banco do Brasil, em nome de Walisson e depois do depósito a vítima enviou foto do comprovante bancário para a suposta pessoa que disse ser sua prima.

Em seguida, a vítima recebeu uma mensagem no grupo da família avisando que o telefone de sua prima tinha sido clonado, mas não havia mais tempo de evitar o golpe, pois o dinheiro já tinha sido transferido.

O caso foi entregue à Polícia Civil para investigação. São várias vítimas que já relataram esse mesmo tipo de golpe. Antes de transferir qualquer valor a dica é ligar para quem está solicitando é realmente o familiar, amigo ou se o telefone foi clonado. Veja abaixo outro tipo de golpe.