A sexta-feira (27) foi uma data muito especial para o 12° Batalhão da Polícia Militar (BPM/I) de Botucatu (SP).

“É com muita alegria que informamos o início do Programa Escolinha da PM. Hoje tivemos a presença de 15 alunos da Escola Municipal Paulo Guimarães, que foram os primeiros a frequentarem as atividades do programa na cidade de Botucatu/SP”, informou a assessoria.

Ainda de acordo com a PM, “graças à brilhante atuação do PROERD nas escolas, surgiu neste Décimo Segundo Batalhão de Polícia Militar do Interior a ideia de avançarmos com um novo programa denominado “Escolinha da PM”, o qual tem como escopo trazer as crianças para dentro do Quartel, a fim de que elas conheçam um pouco mais da estrutura da Polícia Militar. Em tais oportunidades nossos amiguinhos poderão também obter conhecimentos voltados à cidadania e ao civismo, conteúdos esses que serão transmitidos por Policiais Militares gabaritados e com o apoio dos nossos queridos instrutores do PROERD”.

O Programa “Escolinha da PM” foi implantado pioneiramente na cidade de Avaré, em 10 de agosto de 2018, contando inicialmente com a participação de 37 alunos da Escola Municipal Fausto Rodrigues, e em menos de quatro meses alcançou o número de 404 crianças, que tiveram a oportunidade de estarem mais próximas da Polícia Militar. Já em 2019 foram mais de 1.000 crianças que frequentaram a Escolinha da PM em Avaré. O programa se expandiu para outras cidades do interior paulista, como por exemplo Jaú.

Em Botucatu, devido à pandemia, somente nesta data é que foi oportuno e viável a implantação do programa. Devido à vacinação em massa da população, ocorrida recentemente no município, é que houve a possibilidade de as crianças participarem do programa com segurança, que está começando agora e funcionará todas às sextas-feiras, dentro de um cronograma estabelecido entre a Secretaria Municipal da Educação, os Instrutores PROERD e os da “Escolinha da PM”.

“Muito oportuno se faz ressaltar que foram tomados todos os cuidados relacionados à prevenção contra a COVID-19, para que nossas crianças, em número reduzido, pudessem ser recebidas em nosso quartel com toda a segurança possível, seguindo a orientação da Vigilância Sanitária, que inclusive realizou vistorias prévias na sede do 12º BPM/I, tudo a fim de certificar que as condições sanitárias estavam em consonância com todos os protocolos exigidos. Ainda sobre essa triste doença, temos a certeza de que graças aos esforços empregados por todas as autoridades envolvidas neste verdadeiro cenário de guerra, logo estaremos vivendo nossas vidas novamente dentro da tão sonhada normalidade”, destacou a PM.

“Por fim, vale salientar que a materialização desse programa só se tornou possível graças à importante parceria estabelecida entre a Polícia Militar e a Prefeitura Municipal de Botucatu, através de sua Secretaria da Educação, sendo certo que tal mister certamente trará um ganho considerável para o futuro de muitas crianças da nossa comunidade. Assim, temos a certeza de que este programa também será um grande sucesso em nossa cidade!”, finalizou.