Um osto de combustíveis foi assaltado pela segunda vez em menos de uma semana, depois de nova ação registrada às 2h50 da madrugada de domingo (27), na Avenida Vital Brazil, no centro de Botucatu.

Segundo as informações, dois homens, sendo um deles gesticulando ter uma arma na cintura, rendeu um frentista de 45 anos, levando 296 reais. EM seguida, ambos fugiram a pé.

A Guarda Municipal foi acionada, mas os bandidos não foram localizados.

No primeiro assalto, no dia 14 de novembro, dois bandidos, sendo pelo menos um deles armado de revólver, rendeu uma auxiliar administrativo de 40 anos que chegava para trabalhar na parte da conveniência.

O crime foi registrado por volta das 7h10. Ela foi rendida ao entrar pela lateral da Rua Azaléia. A vítima gritou no portão por conta do susto, quando um dos ladrões mandou que “calasse a boca”, apontando o revólver para ela e pedindo dinheiro.

Os bandidos entraram na conveniência com a funcionária, quando arremessaram as gavetas do escritório no chão. A vítima dizia que não tinha dinheiro, mas os bandidos insistiam que deveria existir algum valor guardado ali.

Na sequência chegou no local outra funcionária, de 22 anos, que teve a arma apontada para ela, foi obrigada a se deitar, colocando o tórax e o rosto no chão. Um dos ladrões começou a chutar as pernas dessa funcionária perguntando sobre o dinheiro.

A jovem respondeu que trabalhava há pouco tempo no local, por isso não sabia onde ficavam os valores. Mesmo assim foi chutada nas pernas novamente. O depósito foi aberto pela auxiliar administrativo, e só assim eles fugiram em um carro Gol modelo antigo, cor escura e com película escura nos vidros, levando duas câmeras de segurança que tinham retirado instantes antes da invasão.

Um dos ladrões é moreno, mede cerca de 1,90m de altura, tinha um pano branco cobrindo parte do seu rosto. Já o segundo usava um saco de lixo preto na cabeça; ele media 1,65m de altura, e é magro. Os casos são investigados pela Polícia Civil.

(Do Agência14News)