Uma operação da Polícia Civil feita nessa quarta-feira (19) através da DIG – Delegacia de Investigações Gerais, com a GCM – Guarda Civil Municipal, na região da Vila Antártica, em Botucatu, localizou dois suspeitos de 18 e 19 anos que tinham praticado um assaltado contra uma jovem que estava com aparelho celular na rua.

O primeiro acusado detido na Rua Plinio Salgado, na região da Vila Antártica, acabou confessando quem era o outro comparsa que o ajudou. O celular roubado e a moto usada no crime bem como o suspeito foram encaminhados à DIG.

Na delegacia o segundo suspeito se apresentou depois com seu advogado. 

Os dois que confessaram o roubo foram ouvidos e vão responder por enquanto aos crimes em liberdade. “A dupla não ficou presa porque não tinha antecedente, estava trabalhando, devolveu o celular e colaborou com a investigação”, disse o delegado da DIG, Celso Olindo.

Segundo ainda a polícia, ambos são primários, e assim como não houve uso de arma, isso acabou beneficiando os suspeitos, mas a prisão preventiva poderá ser solicitada durante o inquérito.

Atuaram no caso os guardas Nogueira, Trombaco e Lourenço e os investigadores Castilho e Janis.