A Defesa Civil Municipal vai implantar em Botucatu um sistema de monitoramento de chuvas em tempo real neste ano.

Por meio de uma parceria com a Unesp, o “Projeto Chuva” deve proporcionar a colocação de equipamentos em diferentes pontos de Botucatu para a aferição de precipitação acompanhando o volume de água. Isso ajudará em estudos de onde chove em maior proporção e assim buscará a melhoria das estruturas hídricas em vários pontos da cidade.

“Acredito que será um marco para nós da Defesa Civil e da cidade de Botucatu”, comentou Lucas Trombaco da Defesa Civil.

Ele diz que funcioná como uma mini estação recendo os dados por aplicativo ou computador. “Então se em uma determinada região da cidade por 20 minutos teve uma pluviometria de 20 milímetros já é um sinal de alerta de que está chovendo muito naquela região e podem ocorrer eventos (estragos). Assim a gente montará uma estrutura e ficará alerta; já envia equipe para vistoriar, principalmente se tiver córrego por perto ou casas em encostas. Então o equipamento vai dar toda essa sensibilidade de conseguir saber o que está acontecendo na cidade durante o período chuvoso e qual região está sendo mais afetada”, comentou durante o programa Estação Notícia no 14News (assista abaixo o programa).

IPMet Radar

Hoje Botucatu acompanha a previsão do tempo pela estação do Ipmet de Bauru e existe possibilidade de ser desativado. “Se esse radar parar seria um prejuízo muito grande para nós porque Botucatu acompanha (a previsão de chuvas fortes) por dele. Nesse equipamento se acompanha a movimentação da célula (de chuva) e como a massa de ar está entrando no Estado”, comentou Trombaco da Defesa Civil.

A Fazenda Lageado uma estação, mas como fica no extremo da cidade, não é possível ser considerado um parâmetro do tempo em outros pontos, pois trata-se de um local mais isolado no Município.

Trombaco diz que na natureza “é muito difícil prever alguma coisa”, mas a equipe peca pelo excesso em informar qualquer previsão de anormalidade. As previsões são baseadas em um centro de gerenciamento de emergência, mas diz ele, mesmo assim toda previsão é uma probabilidade; e se a defesa civil deixar de fazer esse alerta, está prevaricando. O coordenador da Defesa Civil diz que se a chuva realmente ocorrer as pessoas estão avisadas e podem prevenir danos maiores.

Caminhão

Também foi doado um caminhão para a Defesa Civil Municipal usar em ocorrências como de fogo em mato, por exemplo, reforçando o trabalho feito em conjunto com o Corpo de Bombeiros. O veículo vai passar por ajustes e pintura.

A reportagem do 14News constou essa doação publicada no Diário Oficial de Botucatu.

Cuidados em épocas de chuva

  • Não entrar em áreas de alagamento para salvamentos. Ligar equipes de salvamentos.
  • Não deixar crianças brincar na enxurrada.
  • Não ficar embaixo de árvores e outdoors.
  • Providenciar limpeza de calhas.
  • Procurar sempre um local seguro e desligue equipamentos de energia.
  • Deixe um kit – bolsa de fácil acesso se precisar sair de casa com emergência se a casa alagar.
  • Evite ficar em riachos e cachoeiras onde pode ocorrer tomba d´água, observando se mudou a coloração de água, passagem maior volume de folhas e aumento da correnteza.
  • Prefira sair em trilhas com guia e deixar sempre alguém avisado com horário de retorno.