Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Animais

Cão escapa, entra na casa de vizinho e morre baleado; dono da arma disse que evitou ataque 


Um cão morreu com vários tiros depois de entrar na casa de um vizinho, em Botucatu. O caso foi registrado às 12h30 dessa segunda-feira (14).

Um morador de 32 anos informou à Guarda Municipal e à Polícia Civil que estava na sua casa quando um cão pequeno entrou no quintal e atrás veio um Rottweiler.

O dono da arma informou ainda aos policiais que o cão atacou a ele e o seu filho pequeno, por isso pegou uma pistola e atirou contra o animal, até que aquela situação cessasse.

Uma cachorra de menor porte também foi baleada e sobreviveu.

O morador entregou à polícia uma pistola marca Taurus, calibre 380, com 7 cartuchos íntegros em seu carregador, além da documentação e carteira de clube de tiro. A polícia informa que a arma estava legalizada. Em seguida, o dono da arma foi liberado.

Imagens que circularam as redes sociais mostram o cão correndo atrás do outro e uma agitação das pessoas. Em seguida, ouve-se os disparos.

O 14News procurou a dona de um dos cães. Daniela Cristina, de 24 anos, disse que um cão menor entrou no seu quintal por uma fresta. Em seguida, o seu cão que estava amarrado conseguiu, mesmo assim, fugir e correu atrás do outro animal pequeno. Ela tentou contê-lo, mas não houve tempo. Quando tentou buscar uma corda ou algo do tipo, ouviu os disparos. “O meu vizinho disse que o TOR tentou atacar o filho dele. Quando cheguei o meu cachorro estava longe da porta da casa, e próximo do portão. Ele (dono da arma) colocou a mão na cabeça e pediu desculpas. Coloquei a cabeça do meu cachorro no chão, caiu uma lágrima do rosto dele, e ele morreu. O meu cachorro era dócil. Minha menina de 1 ano brincava de cavalinho, montando nele. Fiquei em choque, nem consegui dormir”, comentou ao site.

Ela ainda temeu que alguma criança fosse atingida durante os disparos, por se tratar do uso de uma arma de fogo. A mulher que aparece no vídeo é a dona do cão e autorizou a sua veiculação. (Imagens abaixo – Fonte redes sociais).




Notícias similares