Agentes de segurança que atuam na Penitenciária II “Sgto. PM Antonio Luiz de Souza” de Reginópolis apreenderam, nesta quarta-feira (24), 100 selos de LSD e uma porção de maconha enviados pela própria avó do preso em um par de tênis.

A equipe de inspeção localizou os entorpecentes durante procedimento de revista em encomendas que chegam aos detentos, realizado na presença do destinatário.

K4 NA BERMUDA

A Penitenciária I “Tenente PM José Alfredo Cintra Borin” registrou, também nesta quarta-feira (24), flagrante de k4, a maconha sintética. Os agentes localizaram 361 pedaços de papel contendo o entorpecente, escondidos no cós de uma bermuda enviada ao estabelecimento penal pela mãe de um detento.

Em ambos os casos, foram registrados boletins de ocorrência e instaurados procedimentos administrativos internos para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam as drogas.