28 de janeiro de 2022

Desde 2015 | A informação começa aqui!

Após laudo, caso de cachorra que morreu em residência agora fica a cargo da Polícia Civil

O 2º Pelotão de Policia Militar Ambiental do Município de Botucatu-SP informou ao site Agência14News que o caso da morte de uma cachorra, no Bairro Tanquinho, foi encaminhado para a Polícia Civil.

A nota oficial foi encaminhada ao site pelo sargento Anibal Bruno Magorbo.

“Após constatação do laudo pericial de necropsia elaborado pelo setor de patologia da UNESP de Botucatu, que constatou que o animal veio a óbito devido a uma provável asfixia mecânica, momento que os policiais deslocaram-se até a residência, onde fora elabora o auto de infração ambiental pelo crime de maus tratos a animal, conforme artigo 32 da Lei Federal 9.605/98”, cita. 

A asfixia é entendida como um sufocamento ou enforcamento que foi causado por alguma situação a qual o animal estava exposto.

Ainda diz a PM Ambiental que foi “encaminhado cópia da documentação para o Plantão de Policia Civil, para serem tomadas as devidas providências referente a parte Penal do caso”.

O caso da morte da cachorra teve grande repercussão na cidade com protesto de protetores de animais em frente à casa onde o fato ocorreu.

A moradora do local sempre negou os fatos quando respondeu a críticas por rede social.

Agora vai se aguardar qual será a penalidade, se for aplicada, por parte da polícia Civil e do fórum de Botucatu.

(Do Agência14News)

Redação 14 News

Redação 14 News

Você pode gostar também

Fique informado

Receba nossas news em seu e-mail.

Publicidade

Mais recentes