Uma adolescente de 16 anos apreendida nesta semana pela Dise – Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes de Botucatu mostrava nas redes sociais sua rotina de uso, separação de drogas, dinheiro e bebidas como uísque.

A Polícia Civil foi até uma casa no Bairro Lavapés e encontrou a menor. Os investigadores estavam atrás do companheiro dela, apontado como chefe do tráfico em apartamentos da Vila Jardim, porém ele não foi encontrado no imóvel.

Já a adolescente, que tem uma criança de colo, foi apreendida. Ela disse que todo Entorpecentes encontrado na casa era seu, mas a polícia diz que o dono é o seu amásio que teve a prisão decretada e está sendo procurado.

O 14News conversou com o delegado Paulo Buchignani sobre as fotos da menor que estão nas redes sociais. “Essa é uma ilusão muito grande porque depois vem a prisão, a restrição de liberdade e a falta do bebê. Essa situação (como o caso era exposto) nas redes nos causou espanto”, disse.

Durante o flagrante contra a adolescente, o conselho tutelar precisou ser acionado para definir se a criança ficaria em um abrigo ou com algum parente da menor. (Do 14 News).