Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Destaques

Polícia mantém buscas para localizar integrantes de quadrilha que atacou bancos 

Durante coletiva à imprensa no começo da tarde desta quinta-feira (30) no Batalhão da Polícia Militar, foram divulgadas informações sobre o trabalho de buscas realizado após o ataque a bancos em Botucatu (SP) com a destruição de agências bancárias, incêndio na frente de um quartel da PM, lojas e mais de 3 horas de tiros em vários pontos da cidade.

Segundo o coronel Aleksander Lacerda do CPI-7 (Comando de Policiamento do Interior) de Sorocaba, logo que chegou a informação foram usadas viaturas dos batalhões vizinhos, das outras regionais como Bauru, Jaú e Piracicaba, para cercar a cidade e evitar que a quadrilha conseguisse fugir.

Ele conta que havia viaturas de policiamento territorial de Botucatu, Avaré, Itu, Votorantim, Bauru, Piracicaba e Jaú, apoiando a operação. “Eles não conseguiram sair da cidade e acabaram fugindo a pé, alguns em áreas de mata e outros que ainda estão sendo procurados”, diz Aleksander.

Movimentação policial em frente ao Batalhão da PM. (Foto: 14News)

Dois policiais foram feridos, foram socorridos ao Hospital das Clínicas da Unesp e estão em estado leve.

A Polícia informa que foram apreendidos 7 fuzis calibre 762, 556, .50, metralhadora 9 milímetros, além de artefatos explosivos, e parte do dinheiro retirado do cofre da agência do Banco do Brasil. Um homem apontado como um dos bandidos foi ferido e morreu.

“As ações continuam sendo executadas por viaturas da Polícia Militar, mantendo esse cerco, com qualquer movimentação suspeita, e principalmente com apoio da comunidade, informando qualquer assunto que esteja ocorrendo na região. Nós continuaremos com esse tipo de operação com utilização de dois helicópteros e drones da Polícia Militar para localizar os infratores”, explicou Aleksander. Os bandidos também usaram drones para acompanhar a movimentação policial.

O delegado Seccional Lourenço Talamonte Netto disse que Botucatu tem apoio do Deic (roubo a bancos) com peritos especializados fazendo trabalho de campo, além dos policiais civis, “para chegar à identificação da quadrilha que tirou a nossa tranquilidade”.

“Só neste mês de julho foi o único roubo e nenhum homicídio. É uma cidade que mantém os bons índices criminais graças a esse trabalho integrado que vem sendo realizado já há longa data. O combate ao crime organizado é efetivo, principalmente ao tráfico de drogas, inclusive hoje estamos fazendo um flagrante no nosso plantão de 800 quilos de droga sendo apreendidos nesse momento e serão incinerados, e nesse mês foram incineradas 17 toneladas de drogas”, destacou. “Certeza que teremos êxito”.

A Polícia Civil informou que ainda não tinha a identificação do homem que morreu durante a operação, nem a sua ficha criminal, mas que isso estava sendo levantado.

A polícia verificou várias denúncias durante o dia com relatos de tiros durante ações.

Na manhã desta quinta-feira (30), no centro da cidade, uma viatura policial bateu em um carro, deixando um policial e o motorista feridos.

Acidente violento no centro da cidade.

Posted by Peres Luiz Rogerio on Thursday, July 30, 2020

Nessa quinta-feira, os bancos não funcionaram, mas podem retornar às atividades nesta sexta-feira. Na região da Rua Amando de Barros, o trânsito foi liberado no final da tarde após todo o dia com trabalho da perícia. O trabalho de limpeza e retirada do dinheiro que sobrou ocorreu também no fim desta quinta.

Sobre a questão dos bandidos terem se vingado porque a polícia apreendeu grande quantidade de pasta base de cocaína, durante a coletiva, o General João Camilo Pires de Campos disse que não se tem certeza, mas sim que a polícia faz enfrentamento à altura, o que incomoda, e que nunca se apreendeu tanta droga.

Participou ainda da coletiva o Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo, coronel Fernando Alencar Medeiros. Ainda esteve na cidade o Delegado Geral de Polícia, Dr. Ruy Ferraz Fontes.

Publicação do prefeito Mário Pardini

“E ainda se vier noites traiçoeiras, se a cruz pesada for, Cristo estará contigo. O mundo pode até fazer você chorar, mas Deus te quer sorrindo!”
Definitivamente não tem sido um ano fácil…
Em fevereiro um verdadeiro dilúvio que levou mais de 40 pontes, deixando um rastro de destruição em nossa Cidade,
Em março, uma pandemia de proporções globais, um inimigo invisível, que assim como fez com o mundo inteiro, nos desafiou a trabalhar para proteger a população de um vírus tão fatal é tão pouco conhecido.
Em junho um duro golpe em nosso “quartel general” de combate ao coronavírus, que tentou ofuscar a luta de bravos servidores da saúde que tem doado suas vidas para cuidar de uma cidade inteira,
Agora, mais um triste episódio, que embora nos assuste, assim como todos os outros, não impedirá um povo valente e determinado, de se levantar e superar todas as dificuldades.
Minha gratidão a cada um que em ação ou oração, tem participado dessa grande luta em defesa do nosso povo.
Por mais que barreiras teimem em tentar nos impedir de sorrir e respirar aliviados e tranquilos, sabemos que Deus sempre está de braços abertos para nos amparar e nos dar a direção correta!
Não podemos garantir que não haja novas chuvas, que não venham doenças e epidemias e não podemos garantir que o crime não tenha mais Botucatu como objetivo. Mas podemos garantir que vamos enfrentar todas as dificuldades com a parceria da população!
Vamos juntos vencer mais essa batalha!”.

Nota da Polícia Militar

A Polícia Militar apreendeu, nesta quinta-feira (30), oito fuzis e uma metralhadora, após ataques, iniciados na noite de ontem, em uma agência bancária no município de Botucatu. As diligências prosseguem para captura de todos os integrantes da quadrilha.

A ação criminosa começou na noite de quarta-feira (29), quando cerca de 30 criminosos armados e com coletes a prova de balas invadiram a agência localizada no centro da cidade e a destruíram com o uso de explosivos. Outras duas agências também foram danificadas.

Equipes do 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I), bem equipadas e preparadas, realizaram uma rápida intervenção, frustrando a ação dos criminosos. Policiais de batalhões de áreas vizinhas e do 1º, 3º e 4º Batalhões de Policiamento de Choque também auxiliaram.

O grupo fugiu do cerco policial e imediatamente se iniciaram as buscas na região, feita por agentes das polícias militar e civil. Parte dos criminosos foi flagrada, na manhã de hoje, na rodovia Marechal Rondon. Os criminosos foram encurralados e revidaram a ação policial. Um dos suspeitos foi atingido.

O homem foi socorrido ao Pronto Socorro da Universidade Estadual Paulista (Unesp), mas não resistiu. Criminosos também atearam fogo em um Toyota/Hilux que foi deixado próximo à sede do 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I) para impedir a saída das equipes.

Eles ainda incendiaram outros veículos para bloquear rodovias e renderam moradores, que foram obrigados a ficar sobre o teto de seus veículos. Dois policiais ficaram feridos, foram socorridos também à Unesp e permanecem internados, sem risco de morte.

“As equipes das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica estão, de forma integrada, trabalhando empenhadas para que possamos enfrentar, esclarecer e combater este crime”, destacou o secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos.

Até o momento, foram apreendidos sete fuzis calibre 762 e um .50 e uma metralhadora 9 mm, sete veículos, dois coletes balísticos, um malote de dinheiro e um rádio comunicador. Ainda foram recolhidos 17 artefatos explosivos improvisados, dois cartuchos de emulsão e três granadas. Equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foram acionadas para destruição dos materiais.

Policiais da 5ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Furtos e Roubos a Bancos, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), foram acionados e se deslocaram até o município para prestar apoio aos agentes da Delegacia Seccional de Botucatu.

A ocorrência segue em investigação pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) do município. As diligências para captura dos envolvidos seguem com o empenho de mais de 200 policiais e 70 viaturas de diversas unidades territoriais e especializadas da Polícia Militar.

Continuam nas buscas militares do 4º, 12º, 22º, 27º, 40º, 53º e 54º Batalhões de Polícia Militar do Interior (BPM/I), da Ronda Ostensiva Tobias de Aguiar (Rota), do Comando e Operações Especiais (COE), do 10º e 13 Batalhões de Ações Especiais de Polícia (Baep) e do Comando de Aviação da Polícia Militar (CAvPM) – informou a Secretaria de Segurança Pública – SSP.


Notícias similares