Logo que acordaram moradores que são vizinhos de uma área verde preservada, no bairro Jardim Iolanda, em Botucatu (SP), perceberam que boa parte da mata verde ficou seca. Pela rapidez que tudo secou, eles passaram a imaginar que veneno pudesse ter sido despejado ali durante a noite.

Eles entraram em contato com a Polícia Ambiental e Prefeitura buscando orientação do que possa ser feito.

Uma pessoa que faz plantio ali relatou que uma picape esteve ali onde foi aplicado veneno, pois pediram água para diluir o material. Não chegou a ser apurado qual empresa foi responsável pela ação.

Os moradores buscam alternativa para que não exista ainda maior dano ao meio ambiente, às pessoas e animais. Técnicos devem avaliar a situação.

O 14News recebeu fotos e vídeo mostrando como o local ficou devastado. O trecho já foi alvo de incêndios e agora existe esse novo problema que engloba vários trechos daquela região, como a Rua Miguel Soler Caparros.

Moradores dizem que o local tem uma reserva importe de animais como pássaros, nessa área verde, além de uma mina de água no ponto baixo do terreno.

Uma das imagens é a marca das rodas do veículo que tinha veneno que foi pingando pelo lugar.

Ao chegarem na área, as pessoas dizem que sentiram um forte cheiro e ficaram com a boca seca.