Um projeto de lei está sendo discutido para trazer alterações nas sessões da Câmara Municipal de Botucatu.

Uma das propostas que está sendo analisada é o horário de início que ao invés de começar às 20h adiantaria para às 19h. Como se trata de segunda-feira, a ideia é que não termine muito tarde, e as pessoas consigam acompanhar os debates dos projetos até o final da sessão.

As falas dos vereadores passarão de 15 para 10 minutos, dando maior opção de alternância, pois muitas vezes uma parte deles fica sem opção de abordar seus temas apresentados.

À frente da comissão que discute o assunto está o vereador Lelo Pagani. Do mesmo grupo estão os vereadores Alessandra Luchessi, Marcelo Sleiman e Rose Ielo. A diretora da Câmara, Silmara Ferrari de Barros também debate o assunto.

Outra alteração a ser votada no mesmo pacote de mudanças é o uso de um painel eletrônico para que as pessoas vejam como os vereadores se posicionam e votam sobre um determinado projeto. O equipamento já está instalado, mas é preciso alterar o regimento interno antes de passar a usá-lo.

A mudança deve começar a ser usada em julho após passar por 2 votações. Existe a concordância dos vereadores em aprovar as medidas.

Quando existe algum parlamentar contrário, a mudança só pode valer para a próxima candidatura.

(do 14News com Rádio Municipalista).