Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Botucatu

Equipamento vai permitir que Botucatu faça 1 mil testes de Covid-19 por dia 

-Robô vai permitir a realização de quase 100 testes a cada 40 minutos

Botucatu (SP) adquiriu um equipamento avaliado em R$ 270 mil que vai permitir que a cidade faça 96 testes do Covid-19 a cada 40 minutos. O “robô” foi adquirido pela Caio-Induscar e será doado para atender Botucatu e cidades da região.

Neste sábado (27), o prefeito Mário Pardini reuniu o administrador da Caio, Marcelo Ruas e a Comitê da Covid-19 e prefeitos da região para anunciar a medida. O 14News acompanhou o evento.

“Novamente o Grupo Caio estende a mão e nos ajuda em momento tão delicado. A empresa doará a nossa Cidade um robô com tecnologia de ponta para agilizar a preparação das amostras necessárias para os testes de coronavírus, e que analisa diversos tipos de kit’s e reagente encontrados no mercado, até mais baratos”, comentou.

Com isso, informa Pardini, além de manter a testagem, vamos triplicar a capacidade em Botucatu. “Com esse novo equipamento, o Hemocentro do HC fará 96 testes a cada 40 minutos, o que nos dará a capacidade de fazer até mil testes por dia. Outra importante contribuição será a nível regional, já que municípios vizinhos poderão, assim como Botucatu, aumentar a capacidade de testes, diagnosticar e tratar precocemente seus pacientes e assim diminuir a necessidade de utilização de leitos de UTI no HC”.

Evento no teatro municipal. (Foto: Leandro Rocha – Agência 4Toques)

Ele finalizou: “Gesto humano e solidário do grupo Caio, que além de ser a maior empregadora de Botucatu planta mais uma semente de esperança nesta luta. Agradeço a empresa e também a todos os profissionais do Hemocentro do HC, que se dedicam dia a dia para que Botucatu seja referência no enfrentamento da Covid-19”.

Fechamento do comércio e serviços:

Agora na fase vermelha Botucatu terá que ficar com comércio e serviços fechados com funcionamento somente por delivery. A Prefeitura fará reunião neste final de semana para tratar sobre o assunto.

Na mesma reunião neste sábado, o secretário Municipal da Saúde, André Spadaro mostrou números que mostram que Botucatu ficou na fase vermelha por conta do dia em que o estudo foi feito, pois se fosse hoje já voltaria para a fase amarela ou laranja.



Segundo o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) que participou na manhã deste sábado, 27, no Teatro Municipal “Camilo Fernandez Dinucci” do anuncio, o moderno aparelho permitirá triplicar a capacidade da realização de testes diagnósticos da doença será doado ao HCFMB. A ação foi intermediada pela Prefeitura de Botucatu junto ao Grupo Ruas, proprietário da encarroçadora de ônibus Cai Induscar, que foi responsável pela doação do equipamento que custará R$ 293 mil.

A professora Rejane Maria Tommasini Grotto, responsável pelo Laboratório de Biologia Molecular do HCFMB, local onde os testes são realizados, explica que, com o novo equipamento, será possível ampliar o volume de testes e agilizar o processo. “A mesma rotina de 96 testes que hoje demora 3h30, poderá ser rodada em 1 hora, ou seja, no tempo que hoje fazemos 1 rotina iremos fazer 3 rotinas”, enfatiza. “E, além disso, teremos a extrema vantagem de o equipamento ser aberto. Podemos comprar os kits de diferentes empresas em atividade no mercado”, destaca ela.

HC passará a fazer exames para toda a região

O superintendente do HCFMB, Dr. André Balbi, lembra que quanto mais cedo for o diagnóstico do COVID-19, mais efetivo será o tratamento e melhor a evolução do quadro do paciente. Balbi agradeceu o empenho de todos os envolvidos na parceria que permitirá a aquisição do novo aparelho, que permitirá realizar testes em casos suspeitos de toda a região de abrangência do Hospital com mais rapidez.

André Balbi – superintendente do HC. (Foto: Leandro Rocha – Agência 4Toques)

“A parceria entre a Faculdade de Medicina de Botucatu, Prefeitura de Botucatu e a Caio chega ao seu ponto máximo. O aparelho que será doado ao HCFMB vai aumentar muito nossa capacidade de diagnóstico para toda a região. Agradeço muito a esses parceiros e reafirmo que estamos sempre abertos a esses auxílios, para que possamos fazer uma gestão em conjunto”, salientou.


Notícias similares