Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Esporte

Ex-judoca de Botucatu que vivia na cama há 11 anos morre no Paraná 

-Biezão como era chamado pelos amigos faleceu em Londrina (PR)

Antonio Gabriel Filho, ex-judoca de Botucatu (SP) morreu neste domingo (14) de Covid-19. Ele vivia em quadro vegetativo há 11 anos e atualmente morava em Londrina, no Paraná.

Bié, como era conhecido, foi selecionado para as Olimpíadas de 1992, destacou-se ainda como campeão Paulista, vice no sul-americano e campeão dos Jogos Abertos do Interior.

O ex-atleta ficou na cama após passar por uma cirurgia para retirar uma apendicite. Houve complicação possivelmente por conta da anestesia. Paradas cardíaca e respiratória geraram falta de oxigenação no cérebro, o que comprometeu os demais movimentos e atividades corporais.

A mãe do ex-judoca publicou no seu Facebook sobre a morte: “Com grande tristeza, comunico o falecimento do nosso amado Bié. Após 11 anos na cama, foi levado agora pelo covid. Agradecemos imensamente todas orações e mensagens. Estamos seguros de que ele descansou e está em paz na casa do Pai. Não haverá velório”, escreveu.

Argeo Neto, liderança do judô na cidade e no Estado comentou o falecimento: “Hoje foi para céu um ser humano da maior grandeza. O JUDÔ PERDE um dos seus maiores exemplos de vida sobre o tatami, vai em paz BIE sua história estará guardada em nossos corações”.

Uma foto também foi publicada com uma equipe que Bié fazia parte com a seguinte mensagem: “Essa equipe era problema!!! Sensei Mateus Sugisaki ,Fabiano Negrão , eu Arnaldo Piloto, Paulo Moreira, Alexandre Ambrozin, Biézão Antônio Gabriel Filho, Cesar Breda, Ricardo Pupo. Meu saudoso e querido pai ao centro e ainda Ricardo Alvares Fortes, Alexandre Luiz Bicudo, Eduardo Cury, Celso Negrão, Eduardo Henrique Eltink! Obrigado Barraca Oliveira e Luiz Alberto Nene Bueno por poder ter acesso a essa foto”.


Notícias similares