A Vigilância Ambiental em Saúde, VAS, e Grupo de Patrulha Ambiental da Guarda Civil Municipal foram acionados para averiguar um imóvel na Vila dos Lavradores com grande quantidade de materiais acumulando água da chuva e contribuindo para a proliferação do mosquito Aedes aegypti. 

Durante a visita, foi constatada a presença de recipientes armazenados de forma inadequada com água parada e contribuindo à proliferação de animais como ratos, baratas e escorpiões. O proprietário do imóvel recebeu uma notificação para sanar as irregularidades em um prazo de 07 dias.

“Algumas pessoas têm o costume de acumular materiais recicláveis, entulho e até lixo em casa. O acondicionamento mal feito pode armazenar a água da chuva e se tornar um potencial criadouro para o mosquito. Nós pedimos a colaboração da população com denuncias de locais como este, pois só assim conseguiremos combater o Aedes e evitar epidemias”, destaca Valdinei Campanucci, Supervisor de Serviços de Saúde Ambiental e Animal da Secretaria Municipal de Saúde.

Em 2017 a VAS atendeu 350 denúncias de averiguação de imóvel com possíveis criadouros de mosquitos. A população pode fazer suas denúncias através do 0800-773-3090, a ligação é gratuita.
 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(com Assessoria de Imprensa)