Inscreva-se na nossa newsletter!

Trending News

Botucatu

Sindicato em Botucatu quer saber qual servidor tem direito à insalubridade 

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Botucatu (Sispumb), Fernando Pascussi, protocolou um pedido de obtenção de cópia Laudo Técnico das Condições de Meio Ambiente de Trabalho (LTCAT), na Prefeitura. A solicitação foi por meio da Lei de Acesso à Informação.
 
De acordo com Pascussi, o laudo é essencial para que o Sispumb possa auxiliar os servidores. “Com esse laudo podemos esclarecer os servidores, sobre as condições de trabalho, se há ou não direito à insalubridade, entre outras coisas; para isso esse laudo foi feito”, comenta.
 
O documento havia sido solicitado em junho, entretanto, foi negado pela secretaria de administração de gestão estratégica, que alega que o documento foi elaborado, “exclusivamente, para fins de documentar a necessidade ou não de aposentadoria especial pelo INSS;” e ainda, segundo o despacho, “a Secretaria de Negócios Jurídicos opina-se pela inexistência de obrigatoriedade de fornecimento do LTCAT ao sindicato requerente”.
 
“Esse laudo foi feito por um órgão público, custou R$ 90 mil e foi pago com recursos públicos, é sobre o ambiente de trabalho; é claro que é de total interesse do Sindicato. A Lei de Acesso à Informação determina, entre outras coisas, a observância da publicidade como regra e do sigilo como exceção”, completa Pascussi.
 
Segundo a Prefeitura de Botucatu  informou ao site Agência14News,  “a Secretaria de Fazenda se baseou em parecer jurídico para a resposta ao Sindicato”.
 
 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(com Assessoria de Imprensa)


Notícias similares